Blog do Garrone

A falta que faz os bilhões desviados pelos piratas do Erário

Murad conduzido coercitivamente sob suspeita de desvio bilionário na saúde

O ajuste do ICMS (Imposto Sobre Circulação de Mercadorias e Serviços) aprovado pela Assembleia Legislativa, tão criticado pelos deputados ligados à oligarquia Sarney, poderia ter sido evitado não fossem a corrupção, a irresponsabilidade do governo passado e a perda de receitas com a crise do país.

Se não vejamos. O acréscimo de arrecadação com o realinhamento de alíquota do ICMS será de aproximadamente R$ 250 milhões. Recurso suficiente para fazer com que o governo navegue com certa tranqüilidade em meio ao mar de incertezas da economia nacional.

Por outro lado, em apenas dois escândalos de corrupção do governo Roseana Sarney, segundo as investigações do Ministério Público e das Polícias Civil e Federal, foram desviados mais de R$ 2 bilhões. Isso mesmo! Valores desviados pelas máfias da Saúde e da Sefaz. Oito vezes o valor que o governo terá a mais na arrecadação própria em 2017.

Roseana Sarney com ex-auxiliares denunciados pelo MP por desvio de 1 bilhão na Fazenda

Tem toda razão o governador Flávio Dino ao afirmar que os críticos do ajuste fizeram parte do cardume de tubarões que sangrou os cofres públicos do Maranhão.

Não sendo o bastante os mesmos devoradores do dinheiro do contribuinte deixaram mais de R$ 1 bilhão em dívidas para o governador Flávio Dino. E para completar o desfortúnio do Maranhão, o Estado perdeu outros R$ 1,3 bilhão com a queda dos repasses constitucionais da União, este ano.

Somada as bilionárias cifras pode-se ter a noção do quão difícil tem sido administrar o Maranhão depois do tsunami de 50 anos de sarneysmo no poder e em meio à atual crise financeira.

Donde se conclui que aqueles que ora atacam as medidas adotadas pelo governo são em grande proporção responsáveis pela dilapidação do Estado.

De outro modo, fica a certeza de que a gestão do governador Flávio Dino tem sido uma ilha de eficiência no oceano de desajuste existente no país. Fazendo mais obras, prestando mais serviços públicos e garantido mais direitos aos maranhenses mesmo remando contra a maré da escassez de recursos e a raivosa oposição dos piratas do Erário.

3 comentários sobre “A falta que faz os bilhões desviados pelos piratas do Erário

  1. jose carlos silva

    Garrone mesmo com esse suposto bilhão roubado , a saúde no Maranhão era muito melhor no Governo passado. Qual o milagre? O Governo atual acredito que não rouba, então por qual motivo isso acontece. Sou utilitário da saúde pública e vivencio o que estou dizendo. Vc , graças a Deus não precisa utilizar a saúde pública. Um abraço.

  2. Jeffersson

    O Governo do Estado esta fazendo o inverso do Governo Federal que está ADEQUANDO DESPESAS AS RECEITAS e Governo do Maranhão ADEQUANDO AS RECEITAS AS DESPESAS uma logica perversa dos Comunistas. Porque não diminuir o numero de secretarias e cargos comissionados já que o Maranhão possui o maior numero de secretarias entre os Estado do Brasil? Existem 29 secretarias contra 15 dos outros estados, essas secretarias so servem para atender a apaniguados politicos com onus todo da população. Porque nao aumentar a eficiencia do Estado e cortar custos? O Governador não divulga aos quatro cantos que as contas do Estado estão equilibradas??? Cortar as verbas gigantes de publicidade?
    E mais facil expropriar a população em um aumento perverso de impostos penalizando principalmente os mais pobres, pois fatalmente os aumentos vão ser repassados para os preços, ou acham que os donos de padarias e mercadinhos não vão repassar esses aumentos de custos para os preços.
    O programa “Mais Impostos” é uma perversidade com a população.

  3. DNEY

    QUE FALTA QUE FAZ, DIMINUIR O NÚMERO DE SECRETÁRIAS DE 35 PARA 10, DIMINUIR O NÚMERO DE NOMEADOS E ASSESSORES, QUE FALTA FAZ DEIXAR DE PAGAR JABÁ, ISSO TUDO TAMBÉM FAZ FALTA.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *