Logo
  • Folha: diretor da PF de Temer morou em casa de empresário ligado a Sarney

    Folha de S. Paulo mostra ligações perigosas de Segovia com as famílias Sarney e Lobão

    O novo diretor geral da Polícia Federal escolhido por Michel Temer morou numa casa pertencente a empresários ligados a José Sarney. A informação é da Folha de S.Paulo desta segunda-feira (27) e aumenta a suspeita de que Fernando Segovia foi nomeado para atuar em nome dos interesses da família Sarney no Maranhão.

    Desde a nomeação de Segovia, imprensa e analistas vêm alertando para as relações entre ele e Sarney. “Seu período como superintendente da PF no Maranhão, entre 2008 e 2010, faz parte do rol de ligações perigosas que jogaram suspeita na nomeação. Em São Luís, Segovia morou em uma casa alugada de uma família de empresários da construção civil ligada aos maiores caciques do Estado, Sarney e Edison Lobão”, diz a reportagem da Folha.

    Não foi apenas uma relação entre inquilino e proprietário. O jornal acrescenta que Segovia “ficou amigo do dono do imóvel, Inácio Regadas, e próximo do irmão, o patriarca da empresa, Marcos Regadas, dono da Franere Construções, que doou dinheiro a campanhas do PMDB”.

    A reportagem também conta que Segovia teve encontros públicos com a família Sarney, como festas de um “colunista social famoso na capital”, o PH.

    Deixe um comentário

    O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

  • Deu no D.O

    • A coluna Deu no D.O. está no ar com os generosos contratos dos nossos divinos gestores públicos. Dos caixões (R$ 214 mil) de Itapecuru-Mirim ao material de limpeza de Coroatá (R$ 2 milhões), ainda figuram Viana, Matões, Porto Rico e São José de Ribamar. 
  • Fale com o Garrone

    (98) 99116-8479 raimundogarrone@uol.com.br
  • Rádio Timbira

    Rádio Timbira Ao Vivo