Logo
  • Excluído pela Saúde, Instituto Gerir foi notificado 19 vezes

    O Instituto Gerir, que administrava três unidades hospitalares no Maranhão, vinha sendo notificado desde o início do ano passado sobre imprecisões em sua prestação de contas. Ao todo, foram 19 notificações – 11 no ano passado e 8 este ano.

    Em todas, a Secretaria de Saúde pedia mais documentos que comprovassem a prestação de contas. Segundo nota da Secretaria, como ela se negava a responder, o contrato foi suspenso esta segunda-feira, 21.

    O Gerir administrava três unidades hospitalares, entre elas o Hospital Carlos Macieira na capital. A administração das unidades já foi trocada por outras instituição cadastradas.

    Deixe um comentário

    O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

  • Deu no D.O

    • A coluna Deu no D.O. está no ar com os generosos contratos dos nossos divinos gestores públicos. Dos caixões (R$ 214 mil) de Itapecuru-Mirim ao material de limpeza de Coroatá (R$ 2 milhões), ainda figuram Viana, Matões, Porto Rico e São José de Ribamar. 
  • Fale com o Garrone

    (98) 99116-8479 raimundogarrone@uol.com.br
  • Rádio Timbira

    Rádio Timbira Ao Vivo