Blog do Garrone

”Lista fantasma” tem funcionários do Hospital Geral, UPAs de Vinhais, Cidade Operária, PAM Diamante…

Durou duas semanas o mistério de uma lista em poder da Operação Pegadores que continha “424 fantasmas”. Em entrevista à Mirante, os policiais afirmaram que havia a lista, que o governador Flávio Dino passou a cobrar diariamente pelas redes sociais.

Entregue à Secretaria Estadual de Saúde somente nesta quinta-feira, a lista não deve durar dias. A equipe técnica da Saúde fez levantamento apontando que, na lista de pagamento do ICN em que estariam os supostos fantasmas, estavam, na verdade, todos os funcionários do Hospital Geral e da Unidade Mista do Maiobão que atuavam no segundo semestre de 2015.

Além deles, estão funcionários que atuavam – e alguns atuam até hoje – no PAM Diamante, no Centro de Saúde Genésio Rêgo, na Vila Palmeira e nas UPAs de Vinhais e Cidade Operária.

O motivo da confusão entre o que seriam “fantasmas” e que são na prática funcionários que trabalham é simples. O critério usado pela Operação Pegadores para definir quem era “fantasma” foi a tal GFIP – a Guia de Recolhimento do FGTS e Informações à Previdência.

Como todos sabem, a maior parte das empresas vem adotando módulos informais de contratação. Confundir isso com o “desvio de recursos públicos” foi uma afobação que deve ser desmentida em breve.

Um comentário sobre “”Lista fantasma” tem funcionários do Hospital Geral, UPAs de Vinhais, Cidade Operária, PAM Diamante…

  1. jose carlos silva

    Garrone, não sei o motivo do Governo não publicar a lista dos VAGABUNDOS que estavam SURRUPIANDO o dinheiro da saúde, ou seja, o NOSSO dinheiro, Vc que é bem informado saberia o motivo?

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *