Logo
  • PIB

    IBGE: economia do Maranhão é a que mais cresce no Nordeste

    Porto do Itaqui tem ajudado PIB do Maranhão a crescer

    O PIB do Maranhão foi o que mais cresceu no ano de 2018 no Nordeste, de acordo com estudo do IBGE divulgado nesta sexta-feira (13). O PIB é a soma das riquezas de um Estado, país ou cidade, ou seja, representa o tamanho da economia.

    O ano de 2018 é o mais recente divulgado até agora pelo IBGE, do governo federal. O PIB dos Estados é calculado sempre depois do nacional, por questões técnicas. Por isso essa diferença na liberação dos dados. O de 2019 será divulgado no ano que vem.

    De acordo com o IBGE, a economia maranhense cresceu 2,9% em 2018, a maior alta em todo o Nordeste. E também acima da média do Brasil, que ficou em 1,8%.

    Esse é o segundo ano seguido em que o PIB do Maranhão se destaca nacionalmente. Em 2017, a economia maranhense tinha crescido quatro vezes mais que a nacional.

    Fatores

    Segundo o IBGE, em 2018, “contribuíram para o desempenho da economia maranhense em 2018 os crescimentos em volume verificados na Indústria e nos Serviços”.

    “Entre as atividades da Indústria, Indústrias de Transformação apresentou o maior crescimento (9,2%) em relação ano anterior, com destaque para os segmentos de metalurgia e fabricação de celulose”, acrescenta o instituto.

    “Comércio e reparação de veículos automotores e motocicletas, que apresentou variação em volume de 5,9%, foi uma das atividades que mais contribuiu para o crescimento dos Serviços.”

    Desempenho do Nordeste em 2018

    Maranhão +2,9%
    Bahia +2,3%
    Piauí +2,1%
    Pernambuco +1,9%
    Rio Grande do Norte + 1,8%
    Ceará +1,4%
    Paraíba +1,1%
    Alagoas +1,1%
    Sergipe -1,8%

     

    Deixe um comentário

    O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

  • Deu no D.O

    • A coluna Deu no D.O. está no ar com os generosos contratos dos nossos divinos gestores públicos. Dos caixões (R$ 214 mil) de Itapecuru-Mirim ao material de limpeza de Coroatá (R$ 2 milhões), ainda figuram Viana, Matões, Porto Rico e São José de Ribamar. 
  • Fale com o Garrone

    (98) 99116-8479 raimundogarrone@uol.com.br
  • Rádio Timbira

    Rádio Timbira Ao Vivo