Logo
  • Zé Reinaldo leva proposta de Sarney a Braide

    Braide confirmado no consórcio sarneysista

    Uma fonte bem posicionada nos bastidores políticos revelou que partiu do ex-presidente José Sarney a mensagem do ex-governador Zé Reinaldo ao deputado Eduardo Braide para que ele aceite disputar o governo do Maranhão.

    Sarney e Zé Reinaldo tem uma ponte de reconciliação construída por vários amigos comuns e um objetivo pessoal: impedir a reeleição do governador Flávio Dino. Daí a pressão para Braide aceitar a missão com o objetivo de tentar forçar um segundo turno entre Flávio Dino e Roseana Sarney.

    A mesma fonte diz que a pressa de Zé Reinaldo em atropelar o próprio Braide antecipando a divulgação do suposto sim à candidatura governamental foi motivada por um iminente acordo do deputado com o senador Roberto Rocha, em que este teria o apoio agora do PMN de Braide que seria retribuído em forma de compromisso na eleição de 2020 em São Luís. “Roberto Rocha ofereceu apoio do PSDB a Braide na disputa pela prefeitura de São Luís em 2020, desde que o PMN coligue agora com os tucanos e lance Braide para federal”, explicou a fonte sob condição de anonimato.

    O iminente embarque de Braide na coligação com PSDB de Roberto Rocha foi recebido com desalento no comando sarneysista. “Se não tiverem Braide no papel de coadjuvante, de laranja mesmo, eles avaliam que não tem menor chance de empurrar eleição para segundo turno, daí terem pedido a Zé Reinaldo pressa no assédio ao deputado”.

    2 comentários para “Zé Reinaldo leva proposta de Sarney a Braide

    1. ANTONIO disse:

      e DINO E DINO E DINO E DINO,,

    2. Dila disse:

      Eduardo Braide não precisa ser coadjuvante de ninguém . Pois ele tem capacidade pra exercer qual cargo sem precisar de Sarney ou de qualquer outro!

    Deixe um comentário

    O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

  • Deu no D.O

    • A coluna Deu no D.O. está no ar com os generosos contratos dos nossos divinos gestores públicos. Dos caixões (R$ 214 mil) de Itapecuru-Mirim ao material de limpeza de Coroatá (R$ 2 milhões), ainda figuram Viana, Matões, Porto Rico e São José de Ribamar. 
  • Fale com o Garrone

    (98) 99116-8479 raimundogarrone@uol.com.br
  • Rádio Timbira

    Rádio Timbira Ao Vivo