Logo
  • Zé Reinaldo de volta ao sarneysismo

    Eis que o ex-governador Zé Reinaldo deu a volta ao mundo para chegar no mesmo lugar. Desde que foi eleito deputado federal em 2014, com amplo apoio de Flavio Dino e de todo o grupo, Zé Reinaldo vinha insistindo por um tal “pacto” em que Flavio Dino se aproximaria de José Sarney.

    Essa foi a primeira grande divergencia entre o atual e o ex-governador, já que Flavio Dino não engoliu o tal esquisito pacto.

    Nesses tempos mais recentes, Zé Reinaldo fez de tudo para andar próximo a Sarney, inclusive colando em Michel Temer. Roberto Rocha, tão logo eleito, tratou de se juntar com João Alberto e Lobão, além de manter parentes em cargos no governo Michel Temer.

    Agora os dois, que se odeiam e se xingam, estão juntos para servir de escada a Roseana Sarney, e tentar forçar um 2º turno.

    Basta observar: Zé Reinaldo, outrora tão crítico, agora é só elogios a Sarney. Girou, rodopiou e voltou ao seu berço.

    2 comentários para “Zé Reinaldo de volta ao sarneysismo

    1. JOSE REYNALDO É E SEMPRE FOI UM HOMEM SÉRIO E ADMIRÁVEL PELOS SEUS ATOS E CORAGEM. A VOLTA AO SEIO DE ORIGEM É UMA PROVA INEXORÁVEL DE HABILIDADE POLÍTICA. E, UMA COISA É CERTA: SERÁ POR TODOS ABRAÇADO E ADMIRADO COMO SEMPRE O FOI!

    2. Macabeu disse:

      Vejo de outra forma o comportamento deste senhor, vacilante e saudosista. Se voltou porque saiu?,. Politico não tem vergonha mesmo, leia o histórico de Zé Reinaldo, o grupo que ele volta agora, é o mesmo que o massacrou num passado recente, algemado e preso, para quem tem este bem precioso que é a vergonha, Zé Ruela era para está a km de distancia dessa comandita famigerada oligarquia Sarney. Mas não é de ser nada, voltou para o covil de onde nunca deveria ter saído, o escravo é assim, não esquece a chibata, é lá que se sente bem, no meio das orgias das maracutaias, golpes e falcatruas. Se é assim, assim será!,.

    Deixe um comentário

    O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

  • Deu no D.O

    • A coluna Deu no D.O. está no ar com os generosos contratos dos nossos divinos gestores públicos. Dos caixões (R$ 214 mil) de Itapecuru-Mirim ao material de limpeza de Coroatá (R$ 2 milhões), ainda figuram Viana, Matões, Porto Rico e São José de Ribamar. 
  • Fale com o Garrone

    (98) 99116-8479 raimundogarrone@uol.com.br
  • Rádio Timbira

    Rádio Timbira Ao Vivo