Logo
  • Tiro no pé! Oposição usa dados que demonstram diminuição da violência no governo Flávio Dino

    Maior tropa da história da policia e melhores índices de segurança

    Na sanha de atacar a área da segurança pública com o objetivo de desfazer os avanços obtidos nos últimos anos, a oposição sarneyzista acabou dando um tiro no pé ao expor os dados do ‘Monitor da Violência’, do portal G1. De acordo com os números, a violência aumento assustadoramente durante o governo Roseana e está diminuindo na gestão de Flávio Dino.

    Utilizado também pelo deputado sarneyzista Max Barros para atacar o governo, os número do ‘Monitor da Violência’ são amplamente favoráveis a Flávio Dino na comparação com Roseana.

    Entre 2011 e 2014, por exemplo – primeiro e último ano do último mandato de Roseana Sarney – a taxa de mortes por 100 mil habitantes subiu de 23.2 para assustadores 30.6.

    Desde que assumiu o governo, Flávio Dino tem realizado vigorosos investimentos para frear a escalada ascendente da violência no Maranhão herdada de Roseana Sarney. O aumento do número do efetivo da Polícia Militar – o pior do Brasil na relação policial/habitante no governo passado – além da aquisição de viaturas e melhoria da infraestrutura das Forças de Segurança, tem gerado diminuição da criminalidade.

    Em 2017, a taxa de mortes por 100 mil habitantes do Maranhão foi de 27.8, menor do que os 30.6 deixados por Roseana Sarney em 2014. Enquanto a criminalidade só aumentou no governo passado, na gestão Flávio Dino ela está diminuindo.

    No início de 2018, o Maranhão teve o menor índice de mortes por 100 mil habitantes do Brasil.
    O contorcionismo jornalístico tentado pelos asseclas da oligarquia foi mais uma vez desmascarado. O tiro acabou saindo pela culatra.

    Deixe um comentário

    O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

  • Deu no D.O

    • A coluna Deu no D.O. está no ar com os generosos contratos dos nossos divinos gestores públicos. Dos caixões (R$ 214 mil) de Itapecuru-Mirim ao material de limpeza de Coroatá (R$ 2 milhões), ainda figuram Viana, Matões, Porto Rico e São José de Ribamar. 
  • Fale com o Garrone

    (98) 99116-8479 raimundogarrone@uol.com.br
  • Rádio Timbira

    Rádio Timbira Ao Vivo