Logo
  • PCdoB de olho em 2018

    Enquanto a maioria dos partidos de oposição ainda precisam sanar divergências internas, o PCdoB no Maranhão tem se notabilizado não apenas por hoje governar o Estado com Flávio Dino, mas também pela organização e formação de diretórios municipais alinhados com a executiva estadual.

    Durante o final de semana, diversos encontros regionais foram marcados para planejamento das eleições em 2018.

    Na sexta-feira (06), a direção de São Luís reconduziu Haroldo Oliveira à presidência. O dirigente foi muito saudado pelo secretário de Comunicação do Maranhão e também presidente estadual do PCdoB, Márcio Jerry.

    Em Chapadinha, o deputado estadual Levi Pontes conduziu a conferência local. O comunista disse que é preciso comparar os dois últimos governos. “Não existe aferição maior do que comparar o que tinha sido feito antes pelo governo do Maranhão em Chapadinha com o que este sendo feito hoje”.

    Ontem (08), o diretório de Imperatriz, liderado pelo secretário Clayton Noleto, reuniu os filiados. “Vamos aproveitar a conferência para, além das filiações e debates sobre o momento político no país, estabelecermos o diálogo com outras forças políticas e discutirmos políticas públicas. Hoje é uma característica do partido no país inteiro atrair novos quadros de todos os segmentos sociais, tornando-se um partido cada vez mais plural, formado pela base popular e comandado por quadros, o que resulta num crescimento sem perder a qualidade e o conjunto ideológico do partido”.

    Apesar de ser um partido relativamente pequeno no país, o PCdoB local contrariou a lógica: possui o maior número de prefeitos, são 45 no total, e ainda tem na figura do governador Flávio Dino sua maior liderança.

    Deixe um comentário

    O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

  • Deu no D.O

    • A coluna Deu no D.O. está no ar com os generosos contratos dos nossos divinos gestores públicos. Dos caixões (R$ 214 mil) de Itapecuru-Mirim ao material de limpeza de Coroatá (R$ 2 milhões), ainda figuram Viana, Matões, Porto Rico e São José de Ribamar. 
  • Fale com o Garrone

    (98) 99116-8479 raimundogarrone@uol.com.br
  • Rádio Timbira

    Rádio Timbira Ao Vivo