Logo
  • Para Adriano Sarney, pouco importa a estrutura das escolas

    Para herdeiro da oligarquia Adriano Sarney pouco importa se alunos tem escola digna

    O deputado estadual Adriano Sarney deu uma declaração estarrecedora em embate nesta quinta-feira com parlamentares governistas e ratificou a péssima política educacional implantada pela oligarquia Sarney durante os 50 anos de dominação do Maranhão. Para ele, pouco importa a estrutura das escolas, o importante é que os alunos estejam estudando.

    A declaração veio em embate com o deputado Othelino Neto, que questionou Adriano pelo fato de no município que leva o nome do avô dele, Presidente Sarney, sua família nunca ter construído uma escola de ensino médio. A primeira unidade deste tipo na cidade está sendo erguida pelo governador Flávio Dino, no âmbito do programa Escola Digna.

    Furioso, Adriano Sarney perguntou se os alunos estavam sem aulas, e Othelino explicou que eles estavam estudando em um anexo de uma escola de Pinheiro e em estruturas cedidas pela prefeitura de Presidente Sarney.

    Em certo ponto Adriano questionou: “Eu fiz uma pergunta muito objetiva: as crianças em Presidente Sarney estão na escola? V. Exa me disse: ‘Estão’. Acabou. Eu não tenho mais o que falar”.

    Está explicado porque o Maranhão possui centenas de escolas de taipa e barro. Porque pela lógica sarneysista não importa se a estrutura para o aprendizado é digna ou não, a única coisa que importa é o aluno estar estudando.

    Ainda bem que o estado virou essa página.

    1 comentários para “Para Adriano Sarney, pouco importa a estrutura das escolas

    1. Oscar Fernandes disse:

      Blogueiro, voce distorceu os fatos. Procure no site da Assembleia Legislativa que tem os discursos todos reproduzidos em vídeo e texto. Tem uma turma lá no curso de Comunicação da UFMA que vive criticando o jornalismo do Sistema Mirante, acusando-o de distorcer os fatos, mas essa turma da universidade deveria ver o trabalho de blogueiros como voce, Garrone. Uma vergonha.

    Deixe um comentário

    O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

  • Deu no D.O

    • A coluna Deu no D.O. está no ar com os generosos contratos dos nossos divinos gestores públicos. Dos caixões (R$ 214 mil) de Itapecuru-Mirim ao material de limpeza de Coroatá (R$ 2 milhões), ainda figuram Viana, Matões, Porto Rico e São José de Ribamar. 
  • Fale com o Garrone

    (98) 99116-8479 raimundogarrone@uol.com.br
  • Rádio Timbira

    Rádio Timbira Ao Vivo