Logo
  • Oposição Sarney/Murad quer melar eleição e transformar Maranhão no Rio de Janeiro

    Roseana, José Sarney e Michel Temer: conchavos e armações

    Desesperados com a proximidade das eleições e a iminente derrota, a oposição Sarney/Murad vai partir para o tudo ou nada com o intuito de virar um pleito praticamente decidido a favor do governador Flávio Dino.

    Depois da armação saída da cozinha de Ricardo Murad sobre um ofício da Polícia Militar pedindo monitoramento eleitoral, agora as oligarquias querem transformar o Maranhão no Rio de Janeiro e estão pedindo uma intervenção federal no estado.

    O plano arquitetado desde o início pelo maquiavélico José Sarney tem como objetivo principal o uso da influência perante o governo Temer, para tocar o terror com a Polícia do Governo Federal durante as eleições de outubro.

    A tática desesperada que incluiu o tenente-coronel Emerson Farias, responsável pelo documento, o genro de Ricardo Murad, o deputado Sousa Neto, e sua própria filha, a deputada Andrea, expõe o que há de mais pútrido no modo de fazer política das oligarquias que dominaram o Maranhão por décadas.

    Como requerer intervenção federal no Maranhão, estado que mais diminuiu a violência entre todos do Brasil? A resposta para essa pergunta é simples: somente para melar a eleição de outubro, já que no voto o clã Sarney/Murad sabe que não tem condições de voltar ao poder.

    Deixe um comentário

    O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

  • Deu no D.O

    • A coluna Deu no D.O. está no ar com os generosos contratos dos nossos divinos gestores públicos. Dos caixões (R$ 214 mil) de Itapecuru-Mirim ao material de limpeza de Coroatá (R$ 2 milhões), ainda figuram Viana, Matões, Porto Rico e São José de Ribamar. 
  • Fale com o Garrone

    (98) 99116-8479 raimundogarrone@uol.com.br
  • Rádio Timbira

    Rádio Timbira Ao Vivo