Logo
  • O xilique miranteano


    Não foi bem digerida dentro da coordenação do Sistema Mirante de Comunicação a entrevista do governador Flávio Dino para o programa Na Mira, da Rádio Mirante FM. O tom agressivo das perguntas e das interrupções dos jornalistas acabou por revelar a truculência e a exasperação com que profissionais que deveriam prezar pela imparcialidade tratam seus adversários políticos.

    O espaço de lamúrias diárias de José Sarney em seu jornal O Estado do Maranhão, a coluna Estado Maior, revela o quanto incomodou a postura tranquila de Flávio Dino e o quanto pegou mal para o império midiático da oligarquia a tirania com que os jornalistas trataram o governador.

    A entrevista, que deveria ser nos mesmos moldes da feita com Roseana Sarney, já que é fruto de uma decisão judicial, passou foi longe de parecer com a conversa com a candidata oligárquica. As perguntas até foram parecidas, mas o rumo dado pelos entrevistadores assustou até mesmo os ouvintes.

    Para amenizar a péssima repercussão da entrevista para os miranteanos – as redes sociais ficaram infestadas de críticas ao “jornalismo” da emissora – eles agora tentam fazer parecer que Flávio Dino se vitimizou. Quem acompanhou a sabatina percebeu o tom colérico adotado pelos jornalistas e a tentativa de ultrajar o governador.

    O tiro acabou saindo pela culatra.

    1 comentários para “O xilique miranteano

    1. RENATO disse:

      CRUZ CREDO ainda tem maranhenses perdendo tempo com IMENTIRA DE COMUNICAÇÕES —— VAMOS UNIDOS VOTAR FICHA LIMPA —-FLÁVIO DINO — e ….. adeus oligarquia sarney…… adeus murads……adeus lobões ….adeus …..vamos dar adeus a todos os manjadíssimos do MARANHÃO —– BASTA TODOS NÓS UNIDOS COM DEUS ( somente com DEUS para vencermos o MAL/TREVAS/BRUXARIAS , somente com DEUS E NOSSOS VOTOS EM ……FICHA LIMPA.——-FICHA LIMPA —–EM FLÁVIO DINO – o melhor governador da história do Maranhão— o libertador do MARANHÃO da tenebrosa oligarquia . VAMOS VOTAR FICHA LIMPA PARA O MARANHÃO PARA O BRASIL.

    Deixe um comentário

    O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

  • Deu no D.O

    • A coluna Deu no D.O. está no ar com os generosos contratos dos nossos divinos gestores públicos. Dos caixões (R$ 214 mil) de Itapecuru-Mirim ao material de limpeza de Coroatá (R$ 2 milhões), ainda figuram Viana, Matões, Porto Rico e São José de Ribamar. 
  • Fale com o Garrone

    (98) 99116-8479 raimundogarrone@uol.com.br
  • Rádio Timbira

    Rádio Timbira Ao Vivo