Logo
  • “O apego à mentira desqualifica a oposição”, detona Jerry

    Márcio Jerry: fazer oposição não significa todo dia apelar para mentiras

    O secretário de Articulação Política, Márcio Jerry, se manifestou sobre a incoerência e o oportunismo da bancada de oposição na Assembleia Legislativa durante a votação do Projeto de Lei que cria o Programa de Desenvolvimento dos Centros de Distribuição no Maranhão. De acordo com ele, “fazer oposição não significa todo dia apelar para mentiras e ignorar os fatos reais. O apego à mentira desqualifica a oposição”.

    Jerry deu essa declaração logo após a aprovação de importante matéria que vai beneficiar a movimentação da economia e a geração de emprego e renda no Maranhão. O PL diminui o Imposto sobre Circulação de Mercadorias e Serviços (ICMS) para atacadistas que gerarem 500 empregos ou mais.

    “Os Centros de Distribuição fortalecem economia do Maranhão e geram emprego. Até deputados que gritaram contra sabem e por isso se abstiveram”, ressaltou o secretário, ao comentar que, mesmo com as críticas, os parlamentares oposicionistas não votaram contra um projeto que tem como único objetivo beneficiar a economia do Maranhão.
    Como forma de jogar uma cortina de fumaça em mais uma iniciativa do Governo que visa o desenvolvimento do estado – a exemplo do que fizeram no caso do reajuste de 8% para os professores da rede estadual, que passam, agora, a ganhar o maior salário do país – os deputados ligados ao clã Sarney expõe que o debate político impera em detrimento de benefícios para a população do Maranhão.

    A credibilidade dos deputados da oposição anda cada vez mais cambaleante. Ignorar os fatos reais, de fato, não tem feito bem para os parlamentares da oposição oligárquica.

    1 comentários para ““O apego à mentira desqualifica a oposição”, detona Jerry

    1. Lobo disse:

      De apelar para mentiras e ignorar os fatos reais esse aí entende tudo. Aliás, MJ é a cara do Governo a que serve.

    Deixe um comentário

    O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

  • Deu no D.O

    • A coluna Deu no D.O. está no ar com os generosos contratos dos nossos divinos gestores públicos. Dos caixões (R$ 214 mil) de Itapecuru-Mirim ao material de limpeza de Coroatá (R$ 2 milhões), ainda figuram Viana, Matões, Porto Rico e São José de Ribamar. 
  • Fale com o Garrone

    (98) 99116-8479 raimundogarrone@uol.com.br
  • Rádio Timbira

    Rádio Timbira Ao Vivo