Logo
  • Para o Washington Post

    “Não é da sua conta”, diz Bolsonaro a repórter sobre ligação de filho com “gangues”

    Participando do Fórum Econômico Mundial, Bolsonaro tem dado poucas entrevistas e evitado, especialmente, parte da imprensa brasileira – à exceção da TV Record, do bispo Edir Macedo. Na quarta-feira (23), ele cancelou a entrevista coletiva que daria à imprensa 40 minutos antes do previsto

    Coluna de Nelson de Sá, na edição desta sexta-feira (25) da Folha de S.Paulo, informa que ao ser indagado pela jornalista Lally Weymouth, do jornal Washington Post, em Davos sobre o escândalo envolvendo seu filho, Flávio Bolsonaro (PSL), que teria “empregado pessoas com laços estreitos com membros de gangues”, Jair Bolsonaro teria dito que o assunto “não é da sua conta”.

    “Este não é um assunto de governo — ou da sua conta — mas eu vou dar minha opinião. Seu nome de família, Bolsonaro, é a razão. É resultado de acusações políticas ao meu governo”.
    Participando do Fórum Econômico Mundial, Bolsonaro tem dado poucas entrevistas e evitado, especialmente, parte da imprensa brasileira – à exceção da TV Record, do bispo Edir Macedo.

    Na quarta-feira (23), ele cancelou a entrevista coletiva que daria à imprensa 40 minutos antes do previsto. Segundo a Folha de S.Paulo, o assessor da Presidência Tiago Pereira Gonçalves disse a repórteres que aguardavam o presidente no hotel que o cancelamento da entrevista coletiva se deu devido à “abordagem antiprofissional da imprensa”.

    Revista Fórum 

    Deixe um comentário

    O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

  • Deu no D.O

    • A coluna Deu no D.O. está no ar com os generosos contratos dos nossos divinos gestores públicos. Dos caixões (R$ 214 mil) de Itapecuru-Mirim ao material de limpeza de Coroatá (R$ 2 milhões), ainda figuram Viana, Matões, Porto Rico e São José de Ribamar. 
  • Fale com o Garrone

    (98) 99116-8479 raimundogarrone@uol.com.br
  • Rádio Timbira

    Rádio Timbira Ao Vivo