Logo
  • Morre o ex-prefeito Ezíquio Barros Filho

    Faleceu na tarde desta sexta-feira (23), aos 84 anos, o médico, ex-vereador, presidente da Câmara Municipal, vice-prefeito e prefeito de Caxias (MA), Ezíquio Barros Filho. Doutor Ezíquio enfrentava problemas de coração havia alguns anos, tendo sofrido um infarto há cerca de dois meses, mas vinha se recuperando relativamente bem.

    O corpo do ex-prefeito Ezíquio Barros Filho está sendo velado na Câmara Municipal de Caxias e vai ser sepultado neste sábado (24), às 16h, no cemitério dos Remédios.

    Ezíquio Barros Filho

    Ezíquio Barros Filho nasceu em Caxias, em 11 de fevereiro de 1934, era político, formado em Medicina pela UFMA – Universidade Federal do Maranhão nos anos 60. Foi eleito Presidente do Diretório Estudantil – DCE da UFMA, filiou-se ao PCdoB e lutou bravamente contra o regime militar ao lado da médica Maria Aragão, em São Luís – MA.

    Ao concluir a faculdade de Medicina, retornou para sua cidade natal Caxias (no interior do Maranhão) engajando-se na política local. Ao lado de fortes lideranças caxienses, iniciou oposição ao ‘Vitorinismo’ de Vitorino Freire. Em 1983, foi eleito vereador, chegando à Presidência da Câmara Municipal, exercendo o cargo até 1988. Em 1990, foi candidato ao cargo de Deputado Estadual na região dos Cocais. Em 1992, foi eleito vice-prefeito. Em 1996, foi eleito prefeito de Caxias pelo PSC, assumindo a frente da Prefeitura de Caxias em 1 de janeiro de 1997.

    Apoio à Cultura

    Ezíquio Barros foi um prefeito que muito apoiou a cultura em Caxias. O governo dele deu total apoio para a fundação da Academia Caxiense de Letras e ajudou a bancar as pesquisas arqueológicas das ruínas da Balaiada, que deram origem ao Memorial da Balaiada. Foi no governo de Doutor Ezíquio que Caxias ganhou a estátua do poeta Gonçalves Dias, em tamanho natural, exposta na praça que leva o nome do poeta, no centro da cidade.

    Filhos e netos

    Ezíquio Barros Filho deixa quatro filhos (Eziracy, Ezianne, Ezíquio Neto e Ezikelly) e três netos (Valéria, Mariana e José Benício).

    Portal Sinal Verde

    Deixe um comentário

    O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

  • Deu no D.O

    • A coluna Deu no D.O. está no ar com os generosos contratos dos nossos divinos gestores públicos. Dos caixões (R$ 214 mil) de Itapecuru-Mirim ao material de limpeza de Coroatá (R$ 2 milhões), ainda figuram Viana, Matões, Porto Rico e São José de Ribamar. 
  • Fale com o Garrone

    (98) 99116-8479 raimundogarrone@uol.com.br
  • Rádio Timbira

    Rádio Timbira Ao Vivo