Logo
  • Mídia e lideranças ligadas a Bolsonaro pregam ódio para provocar a ruptura democrática no País

        Jair Bolsonaro durante evento de campanha em Juiz de Fora (MG) quando acabou                                       sofrendo um atentado a faca na última quinta-feira

    O atentado contra a democracia não foi apenas a facada proferida por Adálio Bispo de Oliveira contra um candidato à presidência do País, mas também a reação de setores da mídia e de lideranças políticas ligadas a Jair Bolsonaro.

    Ambos, de acordo com suas peculiaridades, aproveitaram a situação para fomentar o ódio contra os partidos de esquerda, independente da declaração do suspeito à Polícia Federal de que o ataque foi a mando de Deus.

    Em ações coincidentemente articuladas, os veículos de comunicação politizam o caso destacando como notícia a filiação de Adálio Bispo ao PSOL, embora ela tenha ocorrido entre 2007 e 2014, e os líderes da extrema direita compartilharam em suas redes sociais foto montada associando-o a Lula  e culpam o Partido dos Trabalhadores pelo episódio.

    O candidato a vice-presidente na chapa de Bolsonaro, general Antonio Hamilton Mourão, o pastor Silas Malafaia, o senador Magno Malta (PR-ES) e o presidente nacional do PSL, Gustavo Bebbiano, comandaram a estupidez.

    Enquanto o dirigente do PSL diz que “agora é guerra” e o general depois de reproduzir as convicções do regime militar (“Eu não acho, eu tenho certeza”) ao afirmar sem qualquer respaldo nas investigações iniciadas pela PF que o autor do atentado é o PT, manda bala (“se querem usar a violência, os profissionais da violência somos nós”), o pastor e o senador constroem nas redes sociais a narrativa para fundamentar a “certeza” do militar e provocar a fúria dos bolsominions.

      O general da reserva, candidato a               vice- presidente na chapa de               Bolsonaro, Hamilton Mourão”Eu não     acho, eu tenho certeza: o  autor do          atentado é do PT”, afirmou. “Se                  querem usar a violência, os              profissionais da violência somos             nós”, disse ainda em entrevista                             ao site Crusoé

    Malafaia espalha que “o criminoso que tentou matar Bolsonaro, é militante do PT e assessora a campanha de Dilma ao senado em Minas”; e Malta compartilha uma foto adulterada, com a imagem de Adélio Bispo no lugar de um apoiador de Lula durante uma manifestação em maio de 2017, quando o ex-presidente foi prestar depoimento ao juiz Sérgio Moro em Curitiba.

    Bem diferente da reação do próprio Bolsonaro e de outros líderes da direita quando dos atentados contra Lula e sua caravana no Paraná, que parabenizaram os gaúchos e sugeriram que o ataque foi montado pelos próprios petistas, todos os candidatos e principais lideranças e partidos de esquerda solidarizaram-se com o candidato do PSL, repudiaram o atentado e cobraram uma rigorosa, efetiva e rápida apuração do caso pela Polícia.

    Sabem no que deriva do clima de violência e ódio provocado pela politização de um atentado. Em 1954, com o mesmo apoio da mídia contrária aos interesses da maioria da população e que hoje teme o resultado das urnas, o atentado da Rua Toneleros derrubou e levou Getúlio Vargas ao suicídio.

    Meia volta, volver!

    Veja a foto original e a foto adulterada publicada pelo senador Magno Malta (depois                                          retirada) em suas redes sociais

    5 comentários para “Mídia e lideranças ligadas a Bolsonaro pregam ódio para provocar a ruptura democrática no País

    1. tay disse:

      vc é mais um lacaio dos comunistas!

    2. Carlos Sousa disse:

      Garrone deixa de defecar pela boca seu VERME… esse ESQUERDOPATA além de insano foi um covarde esse FDP …. é BOLSONARO PRESIDENTE… O Brasil acima de tudo… DEUS acima de TODOS !!!

      • Valdemar disse:

        Deus não usa armas deus não proclama violência e sim paz portanto qual deus bozonaro se refere é o deus do malafaia do edir o Satanás o próprio?

    3. EDIR disse:

      BOLSONARO ===FICHA LIMPA===== recebeu uma facada quase mortal …..enquanto os ETERNOS LADRÕES-LADRONA DE BILHÕES ….super felizes curtindo os BILHÕES ROUBADOS DO POVO seja no MARANHÃO seja no BRASIL……. e o melhor ….o melhor ….o melhor SÃO FICHAS SUJAS—MEGA SUJAS— SUPER SUJAS —— mas o melhor de tudo—–o melhor de tudo NÃO LEVA FACADAS …………..

    4. Sebastião R. Neto disse:

      Apenas para lembrar …. no atentado contra o onibus da caravana de Lula, no Paraná, não atingiu ninguém, portanto não tem como comparar os dois fatos.
      Houve um exagero do Gal. Mourão, porem de quem é o interesse que Bolsonaro saia do jogo?
      Quanto a incriminação do fanático comunista, Adalio Bispo de Oliveira – filiado ao PSOL, nunca devemos esquecer que lavagem cerebral deforma a capacidade do individuo de pensar, escrever e principalmente de analisar o que é certo e o que é errado …., como podemos constatar em suas postagens no Facebook

    Deixe um comentário

    O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

  • Deu no D.O

    • A coluna Deu no D.O. está no ar com os generosos contratos dos nossos divinos gestores públicos. Dos caixões (R$ 214 mil) de Itapecuru-Mirim ao material de limpeza de Coroatá (R$ 2 milhões), ainda figuram Viana, Matões, Porto Rico e São José de Ribamar. 
  • Fale com o Garrone

    (98) 99116-8479 raimundogarrone@uol.com.br
  • Rádio Timbira

    Rádio Timbira Ao Vivo