Logo
  • Mesmo com reajuste, São Luís continuará com tarifa de transporte mais barata do país

    A Secretaria Municipal de Trânsito e Transportes (SMTT) informou na manhã deste sábado (20) o reajuste na tarifa de prestação do serviço de transporte público de São Luís. O valor da passagem das linhas integradas passa de R$ 2,90 para R$ 3,10 e as não integradas passam para R$ 2,70. Com as mudanças São Luís passa a ter apenas esses dois níveis de tarifa. Os novos valores tarifários fixados por Decreto Municipal entram em vigor a partir da 0h desta segunda-feira, dia 22 de janeiro de 2018. Mesmo com o aumento, a capital maranhense continuará mantendo a tarifa mais barata de todas as capitais brasileiras.

    O reajuste é o primeiro concedido pela SMTT depois da realização do processo de licitação do sistema público de transporte, realizada na primeira gestão do prefeito Edivaldo. De acordo com os contratos da licitação, a previsão era de que o aumento das tarifas ocorressem desde o mês de setembro do ano passado.

    Durante o anúncio do reajuste o secretário da SMTT, Canindé Barros, explicou que o reajuste tarifário atende às regras do contrato de concessão do serviço. O último reajuste concedido às empresas que operam o sistema de transporte público da capital maranhense tinha ocorrido em março de 2016, há quase dois anos.

    Quem está com seus cartões carregados, vale transporte e meia passagem, os créditos terão validade de 30 dias.

    Segundo explanou o secretário municipal de Trânsito e Transporte, Canindé Barros, havia necessidade de buscar o equilíbrio financeiro do sistema, por outro lado o compromisso de não aumentar os preços das passagens no primeiro ano da segunda gestão foi cumprido pelo prefeito Edivaldo.

    LICITAÇÃO

    O reajuste segue o que está estabelecido pelo edital de licitação, a partir da aplicação da fórmula paramétrica que considera a variação de preços de uma série de insumos e despesas inerentes ao sistema de transportes.

    “Estamos seguindo à risca o que estabelece a fórmula para que não haja questionamento judicial sobre o aumento concedido. Verificamos a evolução de preços até dezembro de 2017”, esclareceu o secretário Canindé Barros.

    A fórmula paramétrica é calculada com base nos preços dos maiores insumos do sistema, que são a mão de obra, variação dos insumos com base no IRPC, variação de diesel e IGP-DI, da Fundação Getúlio Vargas, que mensura investimentos em equipamentos.

    FROTA

    Durante o anúncio, Canindé Barros deixou evidente que o reajuste está vinculado à qualidade dos serviços do sistema, uma das marcas da administração do prefeito Edivaldo, principalmente em relação à renovação da frota.

    “São Luís conta hoje com 213 ônibus com ar-condicionado, sendo que em 2016 entraram no sistema, pelo menos 190 e o restante, no ano passado”. Destes, 20 são ônibus da modalidade articulado.

    Além da renovação da frota, o secretário Canindé Barros elenca uma série de ações e medidas que impulsionaram a melhoria da qualidade do sistema, como a implantação do GPS que requalificou o combate à fraude então elevada; bilhete único, cartão criança, implantação do CCO (Centro de Controle Operacional), fiscalizando de maneira online todo o sistema, entre outros. “Todos esses benefícios só foram possíveis com a licitação do sistema de transporte”, enfatiza o secretário.

    Pelo edital de licitação, a cada 10 anos, a substituição dos ônibus deve acontecer automaticamente. Desde a assinatura do contrato, a renovação da frota no sistema de transporte de São Luís alcançou o índice de 65%. Com isso, a média de fabricação dos ônibus em circulação que chegava a quase nove anos, baixou para 4,5 anos.

    “A tendência é continuar fazendo essa renovação do sistema. Vamos exigir o cumprimento de tudo o que está previsto dentro do edital. A população exige transporte de qualidade e a gestão municipal está cumprindo esse compromisso. O reajuste é necessário para mantermos essa qualidade”, afirma Canindé Barros.

    1 comentários para “Mesmo com reajuste, São Luís continuará com tarifa de transporte mais barata do país

    1. Antonio Carlos Carlos disse:

      São Luis, continua com a pior frota de ônibus do Estado, esse negócio de dizer que houve em 65% de renovação de frota é balela. Os ônibus continua velhos, pintados e restaurado, nota-se que são ônibus antigo pelo seu designer. Tem mais ônibus velho do que novo, novo entre aspas, antes de sair de linha lá em SP, MG e Rio é vendido pra cá, nada como um polimento para chegar aqui novinho. Para cada 100 ônibus velho somente um é novo, olhe lá, quem pensa que empresários estao no prejuizo estão enganados. Fudido estão estão quem anda nestas sucatas, dura e rígida como carro de transportar boi. Com este aumento choveu na horta dos empresarios, aumentou as aposta do pif paf, as suas putas vão trocar de carro, de camaro para BMW, fazendas,apt e venda de cartões vai servir para especulação, estimular a agiotagem, enquanto o fudido do trabalhador ganhhou $17 de aumento, que nao dar nem para pagar um mês de transporte, que se foda todos……

    Deixe um comentário

    O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

  • Deu no D.O

    • A coluna Deu no D.O. está no ar com os generosos contratos dos nossos divinos gestores públicos. Dos caixões (R$ 214 mil) de Itapecuru-Mirim ao material de limpeza de Coroatá (R$ 2 milhões), ainda figuram Viana, Matões, Porto Rico e São José de Ribamar. 
  • Fale com o Garrone

    (98) 99116-8479 raimundogarrone@uol.com.br
  • Rádio Timbira

    Rádio Timbira Ao Vivo