Logo
  • Em São Luís

    Maranhão prende policial acusado de exterminar adolescentes em chacina

    Joanderson da Silva Diniz, 17 anos; Gustavo Feitosa Monroe, 18 e Gildean Castro Silva, 14 anos, foram encontrados mortos na zona rural de São Luís

    A Polícia do Maranhão prendeu nesta semana um soldado da PM acusado de participar do assassinato de três adolescentes na zona rural de São Luís. A prisão, feita em menos de 3 dias depois do crime, foi anunciada esta semana pelo secretário de Segurança do estado, Jefferson Portela.

    Os corpos dos três jovens foram encontrados em uma área que está recebendo as obras do Minha Casa Minha Vida, nas proximidades do bairro Mato Grosso, em Santa Bárbara, zona rural de São Luís. A área era usada por moradores como acesso ao bairro e estava fechada desde o início da obra. Mas os moradores continuaram usando o atalho.

    Policial militar Hamilton Linhares

    O policial militar Hamilton Linhares, suspeito de cometer o crime, estava no local em atividade particular. Depoimentos apontam para a participação dele na chacina. Ele nega que tenha atirado contra os jovens.

    Resultados na segurança

    Governado pelo PCdoB, o Maranhão vive um bom momento na segurança pública. O número de policiais da tropa estadual dobrou. Em quatro anos, por exemplo, os homicídios na região metropolitana de São Luís caíram 63%. Pedrinhas, que antes era local de massacres, hoje está pacificada. Os assaltos a bancos caíram 80% em quatro anos.

    Chacinas e extermínios se tornaram problemas bem menos comuns no Maranhão, por isso a morte dos três jovens na zona rural de São Luís ganhou forte repercussão. A solução do crime se tornou prioridade para a polícia. Eles não tinham antecedentes criminais.

    Deixe um comentário

    O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

  • Deu no D.O

    • A coluna Deu no D.O. está no ar com os generosos contratos dos nossos divinos gestores públicos. Dos caixões (R$ 214 mil) de Itapecuru-Mirim ao material de limpeza de Coroatá (R$ 2 milhões), ainda figuram Viana, Matões, Porto Rico e São José de Ribamar. 
  • Fale com o Garrone

    (98) 99116-8479 raimundogarrone@uol.com.br
  • Rádio Timbira

    Rádio Timbira Ao Vivo