Logo
  • Lava-Jato: Gilmar Mendes manda soltar operador do MDB

    Milton Lyra é apontado como operador do MDB

    O ministro do Supremo Tribunal Federal Gilmar Mendes concedeu há pouco habeas corpus para Milton Lyra, apontado pela PF como operador do MDB.

    Lyra estava preso desde abril deste ano, quando foi deflagrada a Operação Rizoma.

    O lobista foi denunciado pela Lava-Jato no Rio de Janeiro, entre outros 14 envolvidos na Operação Rizoma, que investiga prejuízos no Postalis, fundo de pensão dos funcionários nos Correios.

    Citado em delações premiadas devido à relação com políticos do MDB, Lyra é suspeito de envolvimento no esquema que desviou recursos do fundo.

    A Polícia Federal investiga desvio de recursos que podem ter causado déficit de R$ 6 bilhões no fundo previdenciário dos Correios, o Postalis.

    Além de Mylton Lira, entre os acusados de participação no esquema estão o ex-presidente do fundo Alexej Predtechensky, ligado ao ex-ministro de Minas e Energia e senador Edison Lobão.

    Deixe um comentário

    O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

  • Deu no D.O

    • A coluna Deu no D.O. está no ar com os generosos contratos dos nossos divinos gestores públicos. Dos caixões (R$ 214 mil) de Itapecuru-Mirim ao material de limpeza de Coroatá (R$ 2 milhões), ainda figuram Viana, Matões, Porto Rico e São José de Ribamar. 
  • Fale com o Garrone

    (98) 99116-8479 raimundogarrone@uol.com.br
  • Rádio Timbira

    Rádio Timbira Ao Vivo