Logo
  • Justiça proíbe ataques pessoais em rádio contra Flávio Dino


    O Tribunal Regional Eleitoral do Maranhão expediu decisão proibindo o programa ‘Passando a Limpo’, da Rádio Difusora AM – de propriedade da família Lobão – de fazer propaganda negativa contra o governador Flávio Dino.

    A liminar proíbe o apresentador do programa, Osvaldo Maia, de utilizar, em seu programa, as frases questionadas nos áudios (v.g. que Deus te livre e te proteja de Flávio Dino), assim como quaisquer outras que tenham o objetivo de macular a honra e/ou a imagem do governador, sob pena de multa no valor de R$ 5.000,00 (cinco mil reais) para cada veiculação.

    A perseguição ideológica absurda e antidemocrática praticada pelos adversários do governador Flávio Dino beiram o desespero e começam a chamar atenção da Justiça, já que os exageros estão latentes. Neste caso específico, o apresentador usou a expressão “que Deus nos livre do governador” sete vezes em abril, 20 em maio, e sete este mês.

    O apresentar da rádio de Lobão infringe, além das regras eleitorais, os mandamentos, já que o segundo regula o seguinte: “Não pronunciareis o nome de Deus em vão”. Muito menos para caluniar alguém.

    A Rádio Difusora AM é comandada pela família Lobão, enquanto o jornalismo e a gerência da TV e da FM é mais independente, dirigida pelo jornalista Zeca Pìnheiro.

    3 comentários para “Justiça proíbe ataques pessoais em rádio contra Flávio Dino

    1. jose carlos silva disse:

      Vão policiar a opinião do jornalista sobre o Dino? o Dino pode VOMITAR desaforo sobre os desafetos e ninguém proíbe! Pobre Maranhão de POUCOS. Tudo continua como antes no Quartel de Abrantes.

    2. Gean disse:

      Precisamos livrar nosso Maranhão dessa família Lobão e Sarney. Não valem nada.

    3. Washington Luís disse:

      Nós vamos livrar de vez dessa família Lobão Sarney Murad que atrazaram o Maranhão cinquentas anos em outubro relegendo o melhor governador do Brasil Flávio Dino para o bem de nós todos maranhenses

    Deixe um comentário

    O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

  • Deu no D.O

    • A coluna Deu no D.O. está no ar com os generosos contratos dos nossos divinos gestores públicos. Dos caixões (R$ 214 mil) de Itapecuru-Mirim ao material de limpeza de Coroatá (R$ 2 milhões), ainda figuram Viana, Matões, Porto Rico e São José de Ribamar. 
  • Fale com o Garrone

    (98) 99116-8479 raimundogarrone@uol.com.br
  • Rádio Timbira

    Rádio Timbira Ao Vivo