Logo
  • Justiça manda governo procurar PF no caso da “lista fantasma”

    Lista de ‘fantasmas’ segue invisível

    Operação Predadores completa uma semana e até agora a Polícia Federal não apresentou a suposta lista dos funcionários fantasmas. Justiça Federal diz que não tem as informações.

    A Justiça Federal determinou que cabe à Polícia Federal do Maranhão apresentar a lista dos supostos 427 funcionários fantasmas que, de acordo com a Operação Predadores, seriam usados para desviar dinheiro na Secretaria Estadual de Saúde. A juíza Paula Souza Moraes também deixou claro em seu despacho que as informações solicitadas pela Procuradoria Geral do Estado não constam nos autos que tramitam na 1ª Vara Criminal. “Verifico que contém apenas os arquivos da representação e do aditamento (…) não contendo ali as informações pretendidas”, diz trecho da decisão judicial.

    Os pagamentos aos supostos funcionários fantasmas seriam a base para o desvio de R$ 18 milhões anunciado pela PF ao deflagrar a operação na quinta-feira da semana passada. “Identificamos cerca de 424 pessoas que foram inseridas nas folhas de pagamentos das unidades hospitalares, mas não exerciam suas funções naqueles hospitais”, disse o delegado Wedson Lopes durante a coletiva de imprensa na última semana, porém sem apresentar a relação de nomes.

    No mesmo dia, a Secretaria de Saúde entrou com pedido na Justiça para ter acesso à suposta lista e, assim, tomar as providências necessárias, porém até agora a relação com os nomes dos ditos fantasmas segue um mistério que só a Polícia Federal pode esclarecer.

    O despacho da juíza Paula Souza Moraes reitera, em mais de um trecho, que a Justiça já se manifestou favorável à liberação da lista. Diz o texto da decisão: “A extração de cópias já foi anteriormente autorizada por este juízo e, considerando que os documentos mencionados no presente feito instruem o respectivo Inquérito Policial, que se encontra em posse da autoridade policial, deverá a Procuradoria Geral do Estado – PGE diligenciar àquela autoridade a sua obtenção, uma vez que já se encontra previamente autorizada por este juízo.”

    1 comentários para “Justiça manda governo procurar PF no caso da “lista fantasma”

    1. Cardoso disse:

      Muito correto, o governo Flávio Dino precisa dessa lista porque ele tem consciência tranquila e sabemos que esses funcionários fantasmas si tiverem não tenham dúvidas porque sao sarneysistas, foi mais uma jogada suja desse grupo corrupto.

    Deixe um comentário

    O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

  • Deu no D.O

    • A coluna Deu no D.O. está no ar com os generosos contratos dos nossos divinos gestores públicos. Dos caixões (R$ 214 mil) de Itapecuru-Mirim ao material de limpeza de Coroatá (R$ 2 milhões), ainda figuram Viana, Matões, Porto Rico e São José de Ribamar. 
  • Fale com o Garrone

    (98) 99116-8479 raimundogarrone@uol.com.br
  • Rádio Timbira

    Rádio Timbira Ao Vivo