Logo
  • Decisão

    Greve dos médicos marcada para próxima semana é ilegal, diz Justiça

      Palácio Clóvis Bevilacqua, sede do Tribunal de Justiça do Maranhão

    O Tribunal de Justiça do Maranhão (TJ-MA) determinou, nesta sexta-feira (30), a suspensão da paralisação dos médicos que prestam serviço na rede estadual de saúde.

    Em caso de descumprimento da medida, o titular da Vara de Interesses Difusos e Coletivos de São Luís, juiz Douglas de Melo Martins, definiu uma multa diária de R$ 500 mil. Uma audiência de conciliação será realizada na segunda-feira (3), às 8h50, entre as partes citadas no processo.

    No entendimento do juiz Douglas de Melo Martins, da Vara de Interesses Difusos e Coletivos, a paralisação, põe em risco a prestação do serviço público essencial de saúde e, consequentemente, a saúde e vida dos usuários, evidenciando assim lesão ao princípio da proporcionalidade em sua vertente relacionada à proibição do excesso.

    A decisão atendeu ao pedido de concessão de tutela de urgência por parte do Governo do Estado. A medida determina aos médicos que se abstenham de paralisar as suas atividades, tendo em vista, sobretudo, o iminente prejuízo à dignidade humana que tal conduta pode ocasionar.

    Os médicos anunciaram paralisação por tempo indeterminado, a partir de terça-feira (4). Além disso, suspensão dos atendimentos de urgência e emergência na próxima sexta (7). Os profissionais alegam atraso no pagamento.

    2 comentários para “Greve dos médicos marcada para próxima semana é ilegal, diz Justiça

    1. Iana soares disse:

      Na cidade de imperatriz maranhão a prefeitura fez um seletivo para agentes de saúde…elaborarsm 3 provas mais o curso introdutório e de acordo com o edital e as datas para as convocações tem mais de um ano…e nada até agora…

      • garrone disse:

        me manda o edital, o número de aprovados, a quantidade de vagas, enfim toda informação possível sobre esse assunto para que eu possa produzir uma matéria.
        Em todo o caso, boa sorte

    Deixe um comentário

    O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

  • Deu no D.O

    • A coluna Deu no D.O. está no ar com os generosos contratos dos nossos divinos gestores públicos. Dos caixões (R$ 214 mil) de Itapecuru-Mirim ao material de limpeza de Coroatá (R$ 2 milhões), ainda figuram Viana, Matões, Porto Rico e São José de Ribamar. 
  • Fale com o Garrone

    (98) 99116-8479 raimundogarrone@uol.com.br
  • Rádio Timbira

    Rádio Timbira Ao Vivo