Logo
  • Filiação de Roberto Rocha será em uma salinha em Brasília

    Expulso do PSB, Roberto Rocha filia-se em salinha no Senado

    Queimado politicamente no Maranhão, o senador Roberto Rocha resolveu realizar em Brasília o seu ato de filiação ao PSDB. Enxotado do PSB por membros locais e nacionais, Asa de Avião fugiu do seu estado natal com medo de que sua ida para o partido tucano fosse um verdadeiro fracasso em terras maranhenses.

    Em Brasília, Roberto Rocha vai reunir meia dúzia de novos aliados políticos em uma salinha do Senado Federal. Segundo ele, vários figurões do PSDB estarão presentes, todos apoiadores do presidente Michel Temer.

    A não realização do seu ato de filiação no Maranhão pegou muito mal para o senador, que sonha em ser candidato nas eleições de 2018, mesmo que sendo apenas um mero laranja da família Sarney, como seus próprios aliados chegaram a confessar.

    A filiação longe do povo do Maranhão demonstra a impopularidade de Roberto Rocha, que caiu em desgraça com os maranhenses depois que traiu o governador Flávio Dino, que foi quem de fato o elegeu.

    2 comentários para “Filiação de Roberto Rocha será em uma salinha em Brasília

    1. Lobo disse:

      Se fosse por traição, no sentindo em que você coloca no post, ninguém votaria no Camarada FD. Não custa lembrar que quem o elegeu para um primeiro cargo majoritário foi Zé Reinaldo, dileto representante do grupo Sarney até que uma briga doméstica promoveu uma ruptura dolorosa para as partes; não custa lembrar também que o Camarada FD foi eleito nessa primeira vez à custa de muitos convênios feitos entre o Governo de Zé Reinaldo e as Prefeituras – e cujos objetivos ‘sociais’ e os resultados obtidos pelos mesmos são bem conhecidos por quem quer de fato se informar a respeito. O Camarada FD foi o Poste de Zé Reinaldo, assim como Dilma foi o Poste de Lula. Enquanto a política do Maranhão ficar nesse tipo de acadelamento, de discussões pequenas, de sectarismo de grupelhos, vamos seguir do jeito que estamos: governados por uma sucessão de sicofantas, de sarrafaçais cuja única credencial e único diferencial é o de ser uma reação intestina ao seu antecessor. Pobre Maranhão…

    2. pedro disse:

      Bom artigo, pena que eu não tenho pique para criar e escrever um blog direito rs

    Deixe um comentário

    O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

  • Deu no D.O

    • A coluna Deu no D.O. está no ar com os generosos contratos dos nossos divinos gestores públicos. Dos caixões (R$ 214 mil) de Itapecuru-Mirim ao material de limpeza de Coroatá (R$ 2 milhões), ainda figuram Viana, Matões, Porto Rico e São José de Ribamar. 
  • Fale com o Garrone

    (98) 99116-8479 raimundogarrone@uol.com.br
  • Rádio Timbira

    Rádio Timbira Ao Vivo