Logo
  • Em nota, Gildásio Ângelo nega traição e diz que agiu com coerência

    NOTA DE ESCLARECIMENTO

    A propósito de matéria publicada no Blog do Garrone, nesta data, 04/09/2018, venho a público, utilizando–me do direito de resposta, a bem da verdade prestar os seguintes esclarecimentos:

    1. Tenho há muito tempo amizade pessoal sólida com o Dr. Tema e fui seu auxiliar na prefeitura de Tuntum e ora na sua assessoria aqui na FAMEM;

    2. Na eleição passada votei dentre outros candidatos, no Governador Flavio Dino e no amigo César Pires para deputado Estadual;

    3. Em janeiro p.p fui convidado pela Direção Estadual do DEM para assumir a direção do NASSP – Núcleo de Assistência ao Servidor Público Estadual – órgão do Estado, cuja indicação muito me honrou. Meses depois fui cobrado a apoiar meu amigo Deputado Stênio Resende – em quem eu já havia votado outras vezes -, porém ao ser convidado para assumir o referido cargo esse ” apoio” não fez parte do compromisso inicial, razão pela qual imediatamente coloquei o cargo à disposição do Partido sendo substituído alguns dias depois. Isso eu chamo de coerência! Registre-se que sou amigo e tenho grande apreço pela família Resende;

    4. Nesse interim surgiu, de certa forma tardia, a candidatura da Daniella Tema. Em conversa com Tema que é sabedor do meu compromisso com César Pires, acertamos o apoio de parte do meu grupo político de oposição em Poção de Pedras para ajudar a Daniella, o que se dá nesse momento. Afora isso, sou também torcedor pelo sucesso da mesma pelas suas qualidades e sobretudo em função das teses municipalistas ora defendidas por ela;

    5. Finalizando, todos sabemos que em processo eleitoral, com mais ênfase, tudo se diz, tudo se fala e muitas das vezes sem ouvir o outro lado e as verdadeiras razões de determinadas posições. Porém nesse caso específico há que se registrar que, ao contrário do que sugere a matéria, há exemplos cristalinos de coerência, respeito e de fidelidade pouco comuns em muitas situações semelhantes.

    Gildasio Angelo da Silva
    Ex-Prefeito de Poção de Pedras-MA

    Deixe um comentário

    O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

  • Deu no D.O

    • A coluna Deu no D.O. está no ar com os generosos contratos dos nossos divinos gestores públicos. Dos caixões (R$ 214 mil) de Itapecuru-Mirim ao material de limpeza de Coroatá (R$ 2 milhões), ainda figuram Viana, Matões, Porto Rico e São José de Ribamar. 
  • Fale com o Garrone

    (98) 99116-8479 raimundogarrone@uol.com.br
  • Rádio Timbira

    Rádio Timbira Ao Vivo