Logo
  • Deu no D.O.

    Uns usam branco, alguns fazem oferendas a Iemanjá, outros olham pro céu confiando ao brilho dos fogos a esperança de um bom novo ano. Já o blog não perde a mania e aproveita a última segunda de 2018 para publicar a coluna Deu no D.O. Neste apagar das luzes estão as prefeituras de Nova Iorque, Pedro do Rosário, Grajaú, Paraibano, Santa Inês, Vitória do Mearim, Colinas e Amarante; além da Câmara Municipal de Rosário. Leia a faça as previsões de riscos para 2019…   

    Labuta – Pelo volume de material de consumo e expediente adquiridos por R$ 487.180,00, através de dois contratos de R$ 243.590,00 assinados em fevereiro com a Comsul – Comercial Sucesso – LTDA – ME, e março com a W. Mendonça Saraiva-ME, a Câmara Municipal de Rosário deve ter tido muito trabalho em 2018. 

    Esgoto – Depois que R$ 1.323.895,15 saiu pela torneira, muita coisa deve entrar pelo cano até outubro próximo em Nova Iorque, quando encerra o prazo para que a Consulplan Consultoria e Planejamento LTDA conclua a obra de readequação e melhoramento do Sistema de Esgotamento Sanitário do município.

    Piche – Para não meter os pés na lama, a turma de Pedro do Rosário fez uma tomada de preço e passou o chamegão em R$ 769.885,53 para que a Almeida e Lima LTDA – ME faça o recapeamento asfáltico com microdrenagem (meio fio e sarjeta) nas avenidas Pedro Cunha e do Sol.

    Gelo Cristal – Mas quem vai entrar numa fria até o mês da independência de 2019 é o município de Grajaú. Foram 610 mil   graus de temperatura somados em quatro correntes de ventos destinados a empresa Angra de A. Comércio pelo fornecimento de materiais para a manutenção de ar condicionados da prefeitura (R$ 122.028.06) e das secretarias de Educação (R$183.028,59); Saúde (R$ 244.056,12 e Assistência Social (R$ 61.027,53).

    Receita – Enquanto isso para evitar o arrepio da lei, a prefeitura de Paraibano contratou por doze meses, de outubro a outubro, a Leite, Fagundes e Lima Sociedade Advogados para fazer consultoria jurídica na área tributária por R$ 460 mil.

    No pau – Já a prefeitura de Santa Inês resolveu se prevenir adquirindo R$ 1.068.822,00 em portas, janelas e madeira da P.H.G. Costa-ME, por meio da secretaria municipal de Obras e Urbanismo. 

    Leito – E se for ter que dar no pé, a prefeitura de Colinas reservou R$ 210.750,00 em bilhetes de passagens intermunicipais com a Expresso Vip Transporte e Turismo LTDA, com validade de 12 meses. Até agosto de 19 as viagens serão marcadas pelas secretarias de Administração (R$ 44.850,00); Educação (R$ 40.000,00); Saúde (R$ 96.300,00) e Assistência Social (R$ 29.600,00).

    Calibrado – Pelo visto quem vai mesmo sair de 2018 correndo é a prefeitura de Amarante do Maranhão, que de julho passado à décima segunda badalada do sino anunciando o fim do ano, adquiriu R$ 667.634,00 em pneus, protetores e câmara de ar da H.P. Comercial Ltda. 

    Alpiste – Tijolo por tijolo, o mestre de obra de Vitória do Mearim tem até a última hora do ano para terminar de meter o barro nos R$ 1.084.075,45 em material de construção, provavelmente orgânicos, fornecidos desde o mês de setembro pela Ind. E Com. De Cereais DOM DUAM LTDA.

      

    .

      

    Deixe um comentário

    O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

  • Deu no D.O

    • A coluna Deu no D.O. está no ar com os generosos contratos dos nossos divinos gestores públicos. Dos caixões (R$ 214 mil) de Itapecuru-Mirim ao material de limpeza de Coroatá (R$ 2 milhões), ainda figuram Viana, Matões, Porto Rico e São José de Ribamar. 
  • Fale com o Garrone

    (98) 99116-8479 raimundogarrone@uol.com.br
  • Rádio Timbira

    Rádio Timbira Ao Vivo