Logo
  • Deputado Marco Aurélio destaca consolidação da Uemasul

    “Muitos duvidavam que essa universidade daria certo, muitos torciam para que ela não desse certo, mas o sonho e a fé do nosso povo da Região Tocantina e as condições que o governador Flávio Dino garantiu para essa universidade foram maiores que as dúvidas que haviam. Em pouco mais de um ano de criada, a Uemasul já está consolidada, aprovada e credenciada junto ao Conselho Estadual de Educação pelo prazo máximo, que é de cinco anos”. Com estas palavras, o deputado estadual Professor Marco Aurélio (PCdoB), iniciou seu discurso na manhã desta quinta-feira (21). O parlamentar usou a tribuna da Assembleia Legislativa para destacar os avanços obtidos pela Universidade Estadual da Região Tocantina – Uemasul, desde sua criação.

    Marco Aurélio detalhou os passos traçados pela Universidade desde que a lei de criação, de iniciativa do Governador Flávio Dino foi votada e aprovada pela Assembleia Legislativa, em setembro de 2017. Para o deputado, apesar do pouco tempo de criação, a Uemasul já figura como uma luz para os 22 municípios que a integram. “Imperatriz, por exemplo, contava apenas com o campus do Centro, que há anos precisava ser revitalizado, do ponto de vista da infraestrutura. O governador Flávio Dino não só reformou, como ampliou este campus, melhorando também sua biblioteca, que fiz questão de contribuir através de emenda parlamentar para a aquisição de livros e computadores, também construiu o restaurante popular e universitário, que atualmente serve mais de 1200 refeições todos os dias, sem contar com o Campus de Ciências Agrárias, ao lado do parque de exposições, um investimento de mais de R$11 milhões, deve ser entregue até o final deste ano”, destacou.

    Em meio a pior crise enfrentada pelo Brasil, a Uemasul triplicou o número de bolsas de iniciação cientifica, algo na contramão das universidades federais de todo o país.

    Em Estreito, foi feita uma parceria com a prefeitura Municipal e em breve será inaugurado o Campus da Uemasul no município. “Destaco o empenho do prefeito Cicin, que foi fundamental para a concretização deste sonho. A Uemasul em Estreito contará com quatro cursos, dentre eles o cursos de Ciências Agrárias, uma vocação da região e agora passa a ter condições de melhorar e qualificar este perfil de trabalhador, melhorando a produção”, garantiu.

    Em Açailândia, o campus recebeu uma reforma, está dando condições para o curso de engenharia civil, que inclusive recebeu livros frutos de emenda parlamentar do deputado Marco Aurélio. Uma medida marcante adotada pelo governo do Estado, diz respeito ao concurso para a criação de trinta vagas para professores efetivos na Uemasul, com dez para Açailândia, dez para Imperatriz e dez para Estreito. “Açailândia que não tinha nenhum professor efetivo em mais de quinze anos de funcionamento, agora terá dez professores doutores efetivos, isso é marcante porque estabelece o professor, cria continuidade nos trabalhos acadêmicos e aprofunda na pesquisa”, comemorou o deputado, afirmando que o campus de Estreito já nascerá forte, com dez professores doutores efetivos.

    Para o parlamentar, tais medidas demonstram o quão acertada foi a decisão do governador Flávio Dino, de dar autonomia financeira e administrativa para a Universidade. “Havia quem duvidasse, dizendo que assim que desmembrasse a Uemasul da Uema nós cairíamos de conceito, mas tem acontecido justamente o contrário, a Uemasul está se tornando uma referência para todo o campo acadêmico maranhense”, enfatizou.

    Coroando o crescente avanço da Universidade, o governador Flávio Dino enviou para a Assembleia Legislativa, há duas semanas, projeto de lei que realiza um antigo sonho da Região Tocantina, que é a criação dos cursos de medicina, farmácia, ciências de saúde coletiva no Campus de Ciências da Saúde. O projeto já tramita na casa e o deputado Marco Aurélio entrou com um requerimento para que o mesmo seja votado em regime de urgência. A exemplo do projeto de lei que criou a Uemasul, o deputado Professor Marco Aurélio deverá ser o relator da matéria, que é de iniciativa do Poder Executivo Estadual.

    “Tanta coisa boa aconteceu nesse um ano e meio, as condições que foram dadas para a nossa Universidade, que foi sonhada, que foi criada, que foi consolidada e muito mais haverá de trazer para nossa Região Tocantina. Mais do que um sonho, isto é uma realidade que muda a perspectiva do ensino superior para nossos jovens. Não poderia deixar de agradecer o empenho do nosso governador Flávio Dino e todos que ajudaram na construção da realização deste sonho. Parabenizar também toda a equipe da Uemasul, que sabe tudo o que a Universidade sofreu por décadas, mas sabe que agora as barreiras foram quebradas e o caminho está livre para o desenvolvimento do ensino superior na nossa Região”, concluiu.

    Deixe um comentário

    O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

  • Deu no D.O

    • A coluna Deu no D.O. está no ar com os generosos contratos dos nossos divinos gestores públicos. Dos caixões (R$ 214 mil) de Itapecuru-Mirim ao material de limpeza de Coroatá (R$ 2 milhões), ainda figuram Viana, Matões, Porto Rico e São José de Ribamar. 
  • Fale com o Garrone

    (98) 99116-8479 raimundogarrone@uol.com.br
  • Rádio Timbira

    Rádio Timbira Ao Vivo