Logo
  • Debate Mirante: Dino sereno, Roseana apagada, Maura tresloucada e RR prolixo


    O debate da TV Mirante, ocorrido na noite desta terça-feira (03), pouco vai mudar os rumos das eleições para o governo do Estado no Maranhão. Sereno, Flávio Dino (PCdoB) adotou boa postura de defesa do seu governo e de apresentação de propostas. Roseana saiu do debate apagada. Já Maura Jorge foi a piada das redes sociais com seu comportamento tresloucado. E Roberto Rocha foi o prolixo de sempre.

    Em formato convencional, o debate da TV Mirante teve início com um apresentador bastante atrapalhado na condução do embate e uma Roseana visivelmente nervosa. Alvo de ataques virulentos dos outros candidatos, Flávio Dino mostrou tranquilidade ao responder as investidas dos seus adversários e contrapôs a onda de agressões com dados da sua gestão, inclusive com destaques nacionais obtidos por ele.

    Temas como o primeiro lugar no ranking feito pelo portal G1 dos governadores do Brasil, investimentos em educação, infraestrutura, abertura de novos hospitais, diminuição da criminalidade, equilíbrio fiscal, e etc, tudo isso mesmo em meio à crise nacional, nortearam as respostas de Flávio Dino, que aproveitou o espaço para falar, pela primeira vez na TV Mirante, sobre as realizações do seu governo.

    Roseana foi a grande decepção do debate. Calcanhar de Aquiles em todas as outras campanhas que participou, ela pareceu estar pior do que nos anos anteriores. Sem firmeza em suas respostas, desmotivada e visivelmente entediada de estar na posição de candidata, a filha de José Sarney saiu do debate em sua TV muito apagada, e sequer foi bem avaliada pelos asseclas que trabalham para sua família nas redes sociais.

    Se Roseana foi a decepção, Maura Jorge foi a pior disparada do debate da TV Mirante. Logo na primeira pergunta ela fugiu do tema mais polêmico que a assombra, o Caso Gercina, empregada doméstica utilizada por ela como funcionária fantasma na Assembleia durante seu mandato como deputada estadual. O questionamento feito por Odívio Neto parece ter desestabilizado a ex-prefeita de Lago da Pedra, que não conseguiu formular nenhuma pergunta, atacou de forma tresloucada Flávio Dino e abusou de usar o nome de Jair Bolsonaro.

    A atuação de Roberto Rocha pode ser resumida em um adjetivo que o classifica perfeitamente: prolixo. Tentando polarizar o debate com Flávio Dino a todo custo, o tucano não conseguiu convencer os telespectadores com seus projetos mirabolantes que mais pareciam ter saído de um filme futurista, bem distante da realidade do Maranhão.

    Em suma, o debate da Mirante só serviu para ratificar que, em relação aos candidatos postos a concorrer ao governo do Estado, Flávio Dino é de longe quem tem o melhor equilíbrio e é o mais preparado para continuar como governador. Aos outros, que procurem renovar seus mandatos ou buscar cargos da envergadura política deles.

    6 comentários para “Debate Mirante: Dino sereno, Roseana apagada, Maura tresloucada e RR prolixo

    1. O Analista disse:

      kkkkkkk.
      Forçou meu camarada!

    2. Celso Lobo disse:

      Talvez tenha existido uma transmissão paralela do debate, porque naquele que eu vi o Camarada FD foi acuado, desconstruído, ficou sem argumentos diante do fatos colocados à mesa. Se foi atacado e não se defendeu com fatos, é porque na realidade não tinha o que mostrar – e ele não é neófito em debates. Se foi para as cordas é porque estava sem preparo – ou seja, sem argumentos e fatos para contrapor aos questionamentos que sofreu. Vi isso no primeiro turno em que o próprio Camarada FD disputou a Prefeitura com Castelo – que já estava eleito, ou pensava que estava.

      • marcos paulo disse:

        me diga meu caro pra quê mesmo que um gestor reconhecido nacionalmente por orgãos da midia e reguladores de desempenho administrativo se desesperaria para rebater críticas que na maioria são somente para desestabiliza-lo?

        • Celso Lobo disse:

          Os órgão nacionais, como você diz, não vivem aqui. Nós vivemos – e nós sabemos e sentimos na carne a incompetência dos gestores, o Camarada FD incluído. Daí porque ele ter ficado desestabilizado: sabe que, fora a propaganda, tem a mesma estatura, ou talvez seja até menor, do que os que estavam ali com ele naquele debate.

    3. joao antonio disse:

      ACUADO ??????:/ TEM GENTE QUE BEBE EVEM COMENTAR AQUI. Os outros pareciam baratas tontas, às vezes não conseguiam nem o básico de formular perguntas. DEBATE não consiste em mero amontoado de ataques histéricos. tem de ter uma lógica, tem que ter começo, meio e fim. As duas estavam perdidas e o outro fazendo pode de entendedor, porém levando todas as bordoadas possíveis. O Governador rebentou, só isso.

      • Celso Lobo disse:

        E tem gente que torce por A, B e C. Não bebi nem estava torcendo. Mas deu medo – a política no Maranhão vai continuar como sempre foi: pequena, feita por pessoas que não tem projeto de governo, mas de poder, como todas aquelas que estavam ali naquele debate. Sai Sarney, entra Dino e a vida aqui continua igual – ou, como vem acontecendo, piora.

    Deixe um comentário

    O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

  • Deu no D.O

    • A coluna Deu no D.O. está no ar com os generosos contratos dos nossos divinos gestores públicos. Dos caixões (R$ 214 mil) de Itapecuru-Mirim ao material de limpeza de Coroatá (R$ 2 milhões), ainda figuram Viana, Matões, Porto Rico e São José de Ribamar. 
  • Fale com o Garrone

    (98) 99116-8479 raimundogarrone@uol.com.br
  • Rádio Timbira

    Rádio Timbira Ao Vivo