Logo
  • As patacoadas de Aníbal Lins

    Como adiantado pelo blog ontem, a tentativa de judicialização das decisões políticas do PT não passou de mais uma patacoada de Aníbal Lins. Ele ingressou na justiça comum para impedir a realização do Encontro Estadual do partido, que será realizado hoje. Mas documento da presidenta nacional, Gleisi Hoffmann, derrubava a manobra do sarnopetista.

    Nesta sexta-feira, Aníbal voltou atrás e emitiu comunicado admitindo que “dou-me por satisfeito, acolho e acato a diretriz política das lideranças máximas nacionais do partido e também declino dá minha pré candidatura ao Governo do Maranhão pelo PT para todos os fins de direito e em respeito a unidade de objetivos e de ação do nosso partido”.

    A pré-candidatura de Aníbal Lins, na verdade, foi apenas o último artifício desesperado dos sarnopetistas para impedir que o PT fechasse união com o PCdoB e apoiasse a reeleição do governador Flávio Dino. A artimanha acabou fracassando e expondo uma série de patacoadas do agora ex-pré-candidato.

    Veja o comunicado de Aníbal:

    Diante finalmente da manifestação formal, pública e inequívoca da Presidente Nacional do Partido dos Trabalhadores-PT, Senadora Gleisi Hoffmann, que é também advogada pessoal do Presidente de Honra do PT e nosso candidato a Presidente da República, Luis Inácio LULA da Silva, autorizando a realização do Encontro Estadual de Tatica Eleitoral do PT no Maranhão para dia 27 de Julho, sexta feira, dou-me por satisfeito, acolho e acato a diretriz política das lideranças máximas nacionais do partido e também declino dá minha pré candidatura ao Governo do Maranhão pelo PT para todos os fins de direito e em respeito a unidade de objetivos e de ação do nosso partido.

    São Luís/MA, 26 de Julho de 2018

    Aníbal Lula da Silva Lins
    Filiado do PT – São Luis MA

    Deixe um comentário

    O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

  • Deu no D.O

    • A coluna Deu no D.O. está no ar com os generosos contratos dos nossos divinos gestores públicos. Dos caixões (R$ 214 mil) de Itapecuru-Mirim ao material de limpeza de Coroatá (R$ 2 milhões), ainda figuram Viana, Matões, Porto Rico e São José de Ribamar. 
  • Fale com o Garrone

    (98) 99116-8479 raimundogarrone@uol.com.br
  • Rádio Timbira

    Rádio Timbira Ao Vivo