Logo
  • Acusado de integrar Máfia da Sefaz será suplente de senador na chapa do PSDB

    “Jorge Arturo ficou conhecido como ‘Rei dos Precatórios’ depois da denúncia oferecida pelo Ministério Público Estadual no caso Máfia da Sefaz”.

    O advogado Jorge Arturo (PHS), investigado no caso da Máfia da Sefaz, foi escolhido pela cúpula estadual do PSDB para ser o primeiro suplente do deputado Alexandre Almeida, candidato ao Senado pelo partido. Presidente estadual do PHS, Arturo se viabilizou para o posto depois de dar rasteira no pré-candidato ao governo da legenda, o Coronel Monteiro, para compor com os tucanos no Maranhão.

    Jorge Arturo ficou conhecido como ‘Rei dos Precatórios’ depois da denúncia oferecida pelo Ministério Público Estadual no caso Máfia da Sefaz. Ele era um dos principais operadores da organização criminosa. Além de assinar pedido de homologação judicial dos acordos de precatórios com o governo do Estado do Maranhão, ele próprio fazia o trabalho de agenciamento das empresas interessadas para que comprassem cotas de precatórios ilegais e fantasmas para compensação junto à Sefaz, segundo o MP.

    A escolha do PSDB por Jorge Arturo chama atenção pelo fato dele ser suplente de um candidato que possui baixa votação durante toda a sua vida política. Alexandre Almeida foi eleito deputado estadual em 2014 com 36.021 votos, a grande maioria oriunda apenas do Leste Maranhense, mais especificamente da cidade de Timon.

    O município que faz fronteira com Teresina também já viu Alexandre Almeida sucumbir em duas oportunidades de se tornar prefeito. Em 2012, ele teve apenas 5.233 votos e em 2016 pouco mais de 38 mil. Chama atenção, na realidade, a escolha do PSDB pelo deputado estadual em detrimento do deputado federal Waldir Maranhão.

    Tentando-se viabilizar de todas as formas para a disputa do Senado Federal, Waldir até tentou derrubar um dos pré-candidatos ao Senado pelo PSDB – o outro é o deputado federal Zé Reinaldo – mas não conseguiu. Com quase o dobro de votos de Alexandre Almeida nas eleições de 2014 para o cargo de deputado federal– Maranhão teve 66.274 votos – ele esperava ser escolhido para disputar o cargo, mas, mesmo na frente em todas as pesquisas internas, acabou sendo rifado.

    A escolha de Jorge Arturo como primeiro suplente de Alexandre Almeida pode ajudar a explicar as escolhas feitas pelo PSDB de Roberto Rocha. A primeira delas é a relação entre o ‘Rei dos Precatórios’ e o ex-secretário da Sefaz e companheiro de ação Cláudio Trinchão. O ex-auxiliar de Roseana é muito próximo de Alexandre, e pode ter dedo dele a escolha de Arturo para a primeira suplência.

    O PSDB vai com chapa pura para as eleições de outubro. E as escolhas controversas, como a de Jorge Arturo e da forma que ela se deu, pode atrapalhar ainda mais os planos do tucanato maranhense, que, além de conviver com a falta de votos dos seus representantes majoritários, ainda tem que administrar o desgaste do partido e dos aliados.

    2 comentários para “Acusado de integrar Máfia da Sefaz será suplente de senador na chapa do PSDB

    1. José Manoel Mendes Paiva disse:

      Pelo visto o suplente está seguindo o perfil do cabeça de chapa. Dia desse foi feita uma denúncia, no programa Ponto e Vírgula, da Rádio Difusora, contra Alexandre Almeida. Se for verdade a referida denúncia, as coisas caminham no sentido da cleptocracia.

    2. jose carlos silva disse:

      Garrone, Weverton Rocha, o homem do COSTA RODRIGUES é o seu candidato a senador e vc não diz nada! Esse Jorge Arturo é pinto perto do Weverton. Bom dia.

    Deixe um comentário

    O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

  • Deu no D.O

    • A coluna Deu no D.O. está no ar com os generosos contratos dos nossos divinos gestores públicos. Dos caixões (R$ 214 mil) de Itapecuru-Mirim ao material de limpeza de Coroatá (R$ 2 milhões), ainda figuram Viana, Matões, Porto Rico e São José de Ribamar. 
  • Fale com o Garrone

    (98) 99116-8479 raimundogarrone@uol.com.br
  • Rádio Timbira

    Rádio Timbira Ao Vivo