Logo
  • Política

    Flávio Dino diz que Supremo deve conter eventuais propósitos antidemocráticos

    UOL – Governador reeleito do Maranhão, Flávio Dino (PCdoB) acredita que o Supremo Tribunal Federal (STF) terá uma posição fundamental na luta contra eventuais movimentos de retrocesso do governo do presidente eleito Jair Bolsonaro (PSL).

    “Tenho a avaliação de que o Supremo Tribunal em particular deve atuar fortemente como um poder moderador desses eventuais arroubos de retrocesso, não só no plano social mas outros terrenos como da moral. O Supremo tende a atuar equilibrando esse jogo até mais do que o próprio Congresso no primeiro momento”, afirmou Dino ao UOL, que atuou por 12 anos como juiz federal ao presidir a Associação Nacional de Juízes Federais (Ajufe) antes de se filiar ao PCdoB.

    Na opinião do governador, o Supremo deve agir em acordo com a maioria da população contra eventuais atos de violência e perseguições. “O Supremo também deve caminhar nessa direção de ser importante poder de contenção de eventuais propósitos antidemocráticos e de proteção desse legado que é a constituição de 1988”.

    Flávio Dino ainda ressaltou que as políticas sociais deveriam pautar o governo de Jair Bolsonaro e fez uma crítica à defesa do pensamento da meritocracia.

    “Espero que quanto mais possa acontecer [políticas sociais] será melhor. Estamos numa sociedade brutalmente desigual. Qualquer agenda de benefícios sociais é positiva. Apenas uma visão de meia dúzia de bárbaros pode achar que é viável existir meritocracia num país tão desigual no que se refere a oportunidades”.

    =

    Medida Cautelar: Coronel do Exército que ameaçou Rosa Weber deve usar tornozeleira eletrônica

    O coronel da reserva Antônio Carlos Alves Correia

    Do Conjur

    O coronel da reserva Antônio Carlos Alves Correia, investigado por gravar vídeos ameaçando ministros do Tribunal Superior Eleitoral e xingando a ministra Rosa Weber, terá que usar tornozeleira eletrônica e manter distância dos ministros do Supremo Tribunal Federal, do Tribunal Superior Eleitoral, e do ministro da Segurança Pública, Raul Jungmann.

    Correia foi alvo de mandado de busca e apreensão nesta sexta-feira (26/10), no Rio de Janeiro. Na decisão que a autorizou, a juíza federal Adriana Alves dos Santos Cruz, da 5ª Vara Criminal do Rio de Janeiro, impôs medidas cautelares ao coronel, dentre elas, o monitoramento por tornozeleira eletrônica, andar armado e viajar à Brasília.

    Além disso, a juíza determinou que o coronel mantenha precisa distância de ao menos de cinco quilômetros de todos os ministros do STF, do TSE, e do ministro da Segurança Pública, Raul Jungmann.

    “Nesse momento, a prisão não é legalmente viável. Avalio, no entanto, que as medidas cautelares diversas requeridas podem ser, por ora, suficientes a resguardar a ordem pública (compreendida tanto pelo risco de reiteração criminosa, quanto pela neutralização de ameaça)”, considerou a juíza.

    Histórico do caso

    Após a repercussão do vídeo do coronel, o ministro Celso de Mello, do Supremo Tribunal Federal repudiou as falas. O decano chamou de “imundo, sórdido e repugnante”. Logo depois, o Exército pediu ao Ministério Público Militar que investigue o vídeo.

    No entanto, as reações motivaram o coronel a fazer um novo vídeo, desta vez contra Gilmar Mendes. Além de ameaçar o ministro, o coronel disse que todos os membros do Supremo “aceitam suborno e cobram propinas para liberar Habeas Corpus”.

    Deputada do PSL eleita em SC pede para estudantes filmarem “professores doutrinadores”

    Deputada estadual eleita em Santa Catarina, Ana Carolina Campagnolo (PSL) publicou em sua página no Facebook, logo após a vitória de Jair Bolsonaro (PSL) na disputa presidencial neste domingo (28), uma mensagem para que estudantes catarinenses filmem e denunciem “professores doutrinadores” em sala de aula.

    “Segunda-feira, 29 de outubro, é o dia em que os professores doutrinadores estarão inconformados e revoltados. Muitos deles não conterão sua ira e farão da sala de aula um auditório cativo para suas queixas político partidárias em virtude da vitória de Bolsonaro. Filme ou grave todas as manifestações político-partidárias ou ideológica (SIC)”, afirma, deixando um numero celular para o envio de vídeos e informações, garantindo o anonimato dos estudantes.

    Na descrição da publicação, Ana Caroline diz que “professores éticos e competentes não precisam se preocupar”. Confrontada nos comentários por um seguidor que disse que uso de celular em sala de aula é crime, “seria ir contra as leis e os bolsominions são contra isso. Ou era apenas discurso?”, ela respondeu que não era “preciso ter medo”. “É só se comportar direitinho que não precisa ter medo, cidadão”.

    Com informações da Revista Fórum

    Com apoio de Flávio Dino, Haddad obtém 73% dos votos no Maranhão

    Flávio Dino foi um dos governadores que mais se empenhou na luta pela democracia e a favor da candidatura de Fernando Haddad (PT) à presidência. Ele criticou duramente o autoritarismo de Jair Bolsonaro (PSL) e fez campanha intensa neste segundo turno. A retribuição foi uma votação de 73% para o petista no estado.

    No Maranhão, Haddad obteve 73,26% da preferência do eleitorado maranhense, contra 26,74% de Bolsonaro. Uma diferença de 1,5 milhão de votos. A segunda maior do Brasil, atrás apenas do estado do Piauí. Além disso, o petista venceu em 214, das 217 cidades maranhenses.

    “Agradeço à população do Maranhão pela extraordinária votação conferida a HADDAD. Longe daqueles discursos preconceituosos que se ocupam de atacar o Nordeste, nosso voto se embasa em uma visão sobre desenvolvimento com justiça social. Essa concepção foi a vencedora aqui”, escreveu Dino nas redes sociais.

    “No Maranhão, Haddad teve 73% dos votos. E vencemos em 214 das 217 cidades do Estado. Expressivo apoio a um projeto nacional e popular de desenvolvimento para todos. Vamos permanecer unidos”, completou.

    Para Flávio Dino, “não se perde quando se combate por boas causas. Defendemos o Brasil e os brasileiros, sobretudo os mais pobres. Parabéns a Haddad e Manuela pela coragem e dedicação. A resistência democrática, nacional e popular segue firme”.

    Vox 247: Haddad empata, tem 50% e disputa serpa voto a voto

    247 – Pesquisa Vox 247 realizada neste sábado 27 aponta empate entre Fernando Haddad (PT) e Jair Bolsonaro (PSL), apontando para uma virada real neste domingo 28, data da votação do segundo turno.

    Nos votos totais, as intenções de voto são de exatamente a 43% a 43%. Ninguém/Brancos/Nulos são 9% e “não sabe” ou “não respondeu”, 5%.

    Nos votos válidos, os percentuais são de exatamente 50% a 50%.

    Os votos espontâneos para presidente, quando os eleitores citam o nome do candidato espontaneamente, são de 51% a 49% para Bolsonaro.

    Esta pesquisa foi registrada junto à Justiça Eleitoral no dia 21 de outubro, sob o número BR-09614/2018. Foram entrevistados 2.000 eleitores de 16 anos ou mais, em 121 municípios. A margem de erro é de 2,2 pontos percentuais, estimada em um intervalo de confiança de 95%.

    A pesquisa Vox 247 foi a segunda encomendada pela Editora 247 ao instituto Vox Populi financiada totalmente por eleitores, membros da comunidade 247, assinantes solidários ou não do portal e da TV 247. Para isso, foi aberta uma campanha de financiamento coletivo no site Catarse, ainda aberta.

    A pesquisa Vox 247 do dia 6 de outubro, véspera da votação do primeiro turno, foi a que mais se aproximou do resultado das urnas no primeiro turno das eleições de 2018, em comparação às dos outros dois institutos de pesquisa mais tradicionais do país, o Ibope e o Datafolha.

    Imagem do dia: Multidão na caminhada da virada de Haddad em São Luís

    Comandada pelo governador Flávio Dino (PCdoB), a caminhada da vitória, nesta manhã de sábado (27), no bairro João de Deus reuniu milhares de apoiadores do candidato à Presidência da República, Fernando Haddad.

    Embalado pela possibilidade de uma virada histórica no pleito deste domingo (28), políticos e simpatizantes do petista tomaram as ruas do bairro, naquele que foi o último ato da campanha presidencial na cidade de São Luís.

    “Meu voto é em Haddad. Em nome da democracia, vamos pedir votos para Haddad conversando com os amigos, os vizinhos, com a família. Vamos virar”, destacou o governador Flávio Dino.

    Veja mais imagens:

    É hora de deixar a raiva do PT de lado e salvar a democracia

    Desde de que o Ciro perdeu a oportunidade de derrotar o Bolsonaro no segundo turno, por conta das manobras do PT, fiquei com uma raiva que não me lembro de ter sentido antes. Um sentimento horrível, que me levou a procurar minha terapeuta para entender o que fazer.

    Assim como eu, imagino que MUITOS que queriam mudar os rumos políticos do Brasil, para não ter de optar entre o Bolsonaro e o Partido dos Trabalhadores, sentiram o mesmo.

    Sempre deixei bem claro que a opção por Bolsonaro JAMAIS seria viável para alguém que tem valores humanistas como os meus.

    Não acredito numa palavra do que ele diz e REPUDIO completamente seus discursos de violência contra adversários políticos num momento em que a população encontra-se polarizada, suscetível a embarcar numa dessas alucinações e coloca-la em prática com as próprias mãos, sem pensar nas consequências.

    Logo, por uma questão óbvia, só me resta votar no Haddad.

    O Haddad não é um político ruim. Apesar dos milhões de Fake News espalhados por aí, numa tática podre e consciente por parte dos apoiadores do Bolsonaro, HADDAD é um dos melhores quadros do PT.

    O PT, esse sim, precisa urgentemente se livrar de uma penca de criaturas que insistem em atrasar os avanços que o partido precisa fazer e que Mano Brow e Cid Gomes expuseram com tanta clareza. Muita gente sabe o quanto é imprescindível que se faça, mas parecem querer adiar eternamente como se reconhecer erros fosse “dar munição para a direita” .

    Foda-se!!! Eu fiquei puto mesmo e tenho esse direito, porque embora não seja petista, me envolvi num turbilhão político nos últimos anos por ter entendido que Dilma estava sofrendo um golpe e a democracia, idem.

    Por ter saído em defesa dos 54 milhões de votos que deveriam ter sido respeitado e alertado que uma gangue de VAGABUNDOS estava manobrando a população para chegar ao poder, paguei preços altos. Muito altos.

    O fato é que estamos à beira de embarcar num governo que sabe Deus ( que dizem estar acima de todos) o que vai acontecer.

    Isso porque TENHO CERTEZA DE QUE A GRANDE MAIORIA não vota em Bolsonaro, mas CONTRA O PT.

    Por desilusão, por raiva, por terem sido levadas a crer que o PT é o partido mais corrupto do Brasil, e alguns até por realmente acreditarem no ABSURDO de que o partido irá implementar um regime comunista(?????!!!).

    De todos, confesso que esse é o mais hilário. Acreditar no risco de um regime comunista é uma viagem lisérgica das mais brabas que alguém pode ter.

    Tenho conversado com muitos cidadãos e mostrado com afeto e fraternidade que numa democracia você vota em quem quiser e deve ser respeitado. Não acho que todos que optaram pelo Bolsonaro sejam fascistas, racistas, machistas e nazistas. Ou que concordem com as loucuras que ele propõe. Mas por ojeriza ao PT estão dispostas a seguir adiante.

    Colocar um país em risco por ódio a um partido não deveria ser uma opção racionalmente inteligente.

    Serão no mínimo quatro anos de uma experiência que, como tudo aponta, deve aprofundar ainda mais essa crise.

    Você não precisa se juntar a grupos que não respeitam as regras democráticas apenas pra punir um partido e, por consequência, o País inteiro.

    Então peço aos meus leitores e leitoras que votaram no Ciro, na Marina, em todos os candidatos que estavam na disputa com PT e com Bolsonaro, que façam como eu e optem por não votar em branco ou nulo.

    Que façam seus votos CRÍTICOS AO PT, dando uma oportunidade para Haddad montar uma frente democrática que inclua outras forças políticas que defendem a democracia. Para que se possa vencer essa ameaça REAL à liberdade e a esse mar de mentiras espalhadas por Bolsonaro.

    Acreditem, não é nem um pouco fácil aceitar que agora só nos restou esse caminho, mas ele ainda é melhor que ver o País afundado num caos militar e fundamentalista religioso que flerta com o que há de pior no ser humano.

    Esse pode não ser você, mas com Bolsonaro no poder, essa gente virá a reboque.

    Deixemos nossa raiva ao PT de lado, olhemos para Haddad e para a chance de manter a democracia. Se pra você for muito difícil, dia 28 aperte o nariz e vote 13. Depois cobramos com todas as nossas forças que eles cumpram seu papel com propostas que façam o Brasil sair dessa crise. E apostando que o Congresso também fará sua parte.

    Aos meus amigos ciristas que participaram da campanha do Ciro (que também precisa vir imediatamente a público nesse momento) que estão PUTOS com o PT, assim como eu, peço que tenham responsabilidade com o Brasil e façam o voto crítico.

    Não é hora de deixar a mágoa e o rancor dar a vitória a um Brasil de atrasos.

    Façamos esse esforço pelos que serão MUITO prejudicados num possível governo Bolsonaro, inclusive aqueles que não se deram conta. Conversem com seus amigos e familiares a respeito.
    Não podemos entregar o Brasil a essa loucura.

    Estamos juntos.

    Força a todos.

    Por Tico Santa Cruz na Carta Capital

    Manifestantes incitam violência contra a Polícia em protesto na MA-006

    Uma verdadeira onda de violência tomou conta do protesto que bloqueou um trecho da MA-006, em Formosa da Serra Negra, na tarde desta sexta-feira (26). Manifestantes se reuniram, em grupos de WhatsApp, e prometeram peitar a ação da Polícia que tentava negociar o desbloqueio da via.

    No grupo do aplicativo de troca de mensagens intitulado de ‘SOS MA-006’, os mais exaltados combinaram de “mandar bala nesses policial vagabundo”.

    Alguns chegaram até a combinar de ficar escondidos “no mato e mandar bala nesses vagabundo derrubar pelo menos uns dois na bala aí eles vão embora”, escreveu um dos manifestantes no WhatsApp.

    “Vamos tocar fogo até em carro hoje”, disse outro, com a anuência de um companheiro que afirmou que “no da polícia pode tocar”.

    O resultado do ímpeto violento dos manifestantes foi uma desobstrução da via com muita confusão. A Polícia teve que conter os desordeiros com balas de borracha e bombas de efeito moral.

    Esforços

    Apesar dos protestos, o governo segue implementando ações para melhorar a trafegabilidade da MA-006. Alguns trechos, como o de Grajaú a Arame, estão passando por intervenções.

    Um empréstimo está sendo feito pelo governo do Estado com um banco internacional para transformar toda a extensão da MA-006 em um corredor Sul-Norte de escoamento da produção agrícola do estado. As tratativas estão avançadas e a tendência é de que no próximo ano o trecho comece a ser todo asfalto, da Região Sul até o entroncamento da BR-222.

    Veja os prints da conversas no grupo de WhatsApp:

  • Deu no D.O

    • A coluna Deu no D.O. está no ar com os generosos contratos dos nossos divinos gestores públicos. Dos caixões (R$ 214 mil) de Itapecuru-Mirim ao material de limpeza de Coroatá (R$ 2 milhões), ainda figuram Viana, Matões, Porto Rico e São José de Ribamar. 
  • Fale com o Garrone

    (98) 99116-8479 raimundogarrone@uol.com.br
  • Rádio Timbira

    Rádio Timbira Ao Vivo