Logo
  • Notícias

    Oposição Sarney/Murad quer melar eleição e transformar Maranhão no Rio de Janeiro

    Roseana, José Sarney e Michel Temer: conchavos e armações

    Desesperados com a proximidade das eleições e a iminente derrota, a oposição Sarney/Murad vai partir para o tudo ou nada com o intuito de virar um pleito praticamente decidido a favor do governador Flávio Dino.

    Depois da armação saída da cozinha de Ricardo Murad sobre um ofício da Polícia Militar pedindo monitoramento eleitoral, agora as oligarquias querem transformar o Maranhão no Rio de Janeiro e estão pedindo uma intervenção federal no estado.

    O plano arquitetado desde o início pelo maquiavélico José Sarney tem como objetivo principal o uso da influência perante o governo Temer, para tocar o terror com a Polícia do Governo Federal durante as eleições de outubro.

    A tática desesperada que incluiu o tenente-coronel Emerson Farias, responsável pelo documento, o genro de Ricardo Murad, o deputado Sousa Neto, e sua própria filha, a deputada Andrea, expõe o que há de mais pútrido no modo de fazer política das oligarquias que dominaram o Maranhão por décadas.

    Como requerer intervenção federal no Maranhão, estado que mais diminuiu a violência entre todos do Brasil? A resposta para essa pergunta é simples: somente para melar a eleição de outubro, já que no voto o clã Sarney/Murad sabe que não tem condições de voltar ao poder.

    Para ser candidata, Roseana exigiu de Sarney que baixe a popularidade de Flávio Dino

    É notável a falta de disposição da ex-governadora Roseana Sarney (MDB) em movimentar sua pré-campanha ao governo. Após o fracasso da sua caravana, Roseana sabe que o cenário é amplamente desfavorável para ela no Maranhão. Com uma rejeição estratosférica e poucas chances de vitória é cada vez mais real a possibilidade de Roseana abdicar do pleito.

    Fontes ligadas ao grupo Sarney afirmam que a ex-governadora teria dado uma condição a seu pai – maior entusiasta do retorno de Roseana ao Palácio dos Leões – para manter sua candidatura: baixar a popularidade de Flávio Dino (PCdoB) a todo custo. Parece que o oligarca José Sarney já anda tramando forte contra o comunista.

    Nos últimos dias o número de ataques ao governo Dino disparou. Reportagens tendenciosamente editadas, fake news em blogs e “escândalos” mal arranjados pela oposição deixam claro que o plano do grupo Sarney é mandar chumbo grosso contra Flávio Dino até o dia da eleição.

    O governador disse que não tem medo da “maldade politiqueira dos ataques”. “Não tenho medo desses demônios. E tenho muita confiança no trabalho sério e honrado que fazemos e divulgamos nas redes sociais. Já que a TV do Sarney esconde”, pontuou Dino.

    Vídeo: Flávio Dino diz que oligarquia Sarney não tem moral para questionar Carlos Lula

    Flávio Dino foi enfático na defesa do secretário de Saúde, Carlos Lula, durante ato realizado na noite de hoje, no Grand São Luís Hotel. O governador mostrou indignação com a perseguição da família Sarney que o titular da SES vem sofrendo nos últimos dias e afirmou que “Lula é de uma honestidade indiscutível”.

    Veja o vídeo:

     

    Outro Lula Perseguido: coincidência?

    Por Ricardo Cappelli

    A oligarquia maranhense é a mais antiga em atividade no Brasil. Patrimonialista e escravista é uma mistura de Raimundo Faoro e Jessé de Souza.

    O patriarca do clã posa de nacionalista em artigos sofisticados que escreve sentado em sua lustrada cadeira de imortal. Quem anda pelo Maranhão e depara-se com centenas de escolas de barro e palha em pleno século XXI, fica chocado com o teatro do absurdo.

    Foram 50 anos de poder da família. Ninguém que defende a nação pode condenar seu povo, sustentáculo da nacionalidade, a tamanha indignidade.

    O advogado Carlos Lula, atual secretário de saúde do Maranhão, é um jovem altamente qualificado, idealista, determinado, comprometido com as pessoas e com o futuro. Na sua posse, nenhuma palavra falou mais que a emoção transbordando.

    Lula costuma se emocionar, lágrimas são constantes em eventos onde inaugura, ao lado do governador, serviços jamais sonhados pelo povo trabalhador e sofrido do estado. Gestor competente, se não tivesse mais nenhuma qualidade, apenas a capacidade de sentir a dor do outro já lhe credenciaria para o posto.

    Saúde é vida, e morte também. Pessoas não são mercadorias, carregam sentimentos, histórias, alegrias e dores. Ser gestor da saúde não é para qualquer um. É preciso ter a capacidade, o equilíbrio, para dormir todos os dias com a convicção de que suas decisões foram as mais acertadas.

    Se na minha função em Brasília cometo um erro podemos perder um convênio que nos daria um trator, um financiamento para asfaltar algumas cidades pode ficar mais distante. Se o nosso Lula erra podem morrer pessoas, famílias são despedaçadas, é a vida pulsando em cada decisão.

    Aceitar a tarefa de ser secretário de saúde na atual quadra de criminalização irresponsável de gestores não é para qualquer um. Para um jovem advogado competente e bem sucedido na sua carreira profissional é demonstração inequívoca de compromisso com o próximo. Um altruísmo, um idealismo “fora de moda”, infelizmente, nos dias de hoje.

    Talvez o sucesso, e o ódio que exala cotidianamente das forças do atraso, venha justamente pelas escolhas feitas pelo Governador Flávio Dino. Quem olha para o seu secretariado, o comando do governo de estado que mais cumpriu suas promessas de campanha segundo o insuspeito G1, depara-se com um conjunto de jovens abnegados idealistas, sonhando e construindo um futuro diferente para seu povo.

    Um jovem e brilhante advogado transformou-se num dos mais competentes gestores da saúde no Brasil. Um jovem e brilhante procurador federal fez da educação maranhense referência nacional. Um jovem historiador, empreendedor de sucesso da área de seguros de saúde, virou o melhor secretário de obras do país. Desafio alguém apresentar algum estado que tenha mais inaugurações de obras/dia que o Maranhão.

    Flávio Dino apostou no futuro, na vida, no compromisso com o povo contra o atraso dos acordos e convescotes com a Casa Grande que marcavam o passado oligárquico de uma das regiões mais pobres do país.

    Nenhuma mudança acontece sem fortes reações. A Globo, em aliança com um delegado da polícia federal simpático à Bolsonaro, passa a difamar Lula cotidianamente e a exigir sua cabeça. Quem é Lula? É Lula mesmo, aquele que exigiu que os hospitais públicos tivessem o mesmo nível de qualidade dos privados, que inaugurou um serviço odontológico público para que o povo mais humilde volte a sorrir.

    Seu crime? Cuidar dos mais pobres. Quem o persegue? Um império midiático aliado a setores reacionários da alta tecnocracia, neopositivistas da burocracia estatal. Seu nome? Lula. Coincidência?

    Força amigo, você tem a confiança e o respeito dos verdadeiros brasileiros, não se preocupe com os fariseus. Estamos do lado certo da história. Ninguém será capaz de interromper a primavera em curso no Maranhão.

    Deu no D.O.

    Antes de abrir o guarda-chuva é melhor ver a previsão do tempo, caso o seu município esteja na coluna Deu no D.O. publicada pelo blog com os caudalosos contratos dos nossos gestores públicos. Nessa enxurrada estão as prefeituras de Humberto de Campos, Pinheiro, Buriticupu, Santa Luzia, Cachoeira Grande, Alto Alegre do Pindaré e Pedro do Rosário. Não se assuste com as trovoadas…

    Quatro rodas I – O que não vai faltar em Humberto de Campos é carro, depois que a prefeitura assinou seis contratos, somados em R$ 3.064.072,00, divididos entre três empresas, para locação de veículos “para atender as necessidades de diversas secretarias”.

    Quatro rodas II – A Itacoop – Cooperativa de Transporte Escolar de Itapecuru Mirim faturou R$ 1.831.600,00 em três contratos (R$ 50.940,00, R$ 1.628.200,00 e R$ 152.460,00); seguida pela D.V. Jansen-ME com R$ 707.472,00 (R$ 208.992,00 e R$ 498.480,00) e pela A.F.E. Silva serviços – ME com um contrato de R$ 525.000,00.

    Óleo de peroba I – Enquanto isso, em Buriticupu a roda vai girar por conta dos R$ 2.545.938,00 em combustível, graxas e lubrificantes, adquiridos da J. R. A. Machado e Cia Ltda., somente para encher o tanque da secretaria de Administração e Planejamento.

    Óleo de peroba II – Na mesma velocidade e combustão a prefeitura de Santa Luzia não perdeu tempo e assinou quatro contratos com o Auto Posto Zutiua para o fornecimento de R$ 2.554.025,70 em combustível e lubrificantes.

    Trilha I – O caminho das pedras em Cachoeira Grande será através das estradas vicinais, que devem ser recuperadas até o dia 6 de junho, de acordo com o contrato de R$ 1.611.701,94 assinado com a J.L. Maciel – ME.

    Trilha II – Já em Alto Alegre do Pindaré os acessos à sede do município devem estar um tapete desde o final do ano passado, diante dos R$ 4.225.145,06 que a empresa F. Vieira da Silva Comércio – ME recebeu para recuperar e fazer a manutenção dessas estradas vicinais.

    Breu -Para não ficar pra trás, a prefeitura de Pinheiro investiu R$ 3.808.575,63 no recapeamento asfáltico das vias urbanas da sede do Município, através de dois contratos assinados com a Enciza Engenharia Ltda. As obras do primeiro contrato de R$ 904.928,53 devem ser concluídas até o dia 22 de junho; e as do segundo no valor de R$ 2.903.647,10 até 22 de agosto.

    Sacolão I – Quem fez a festa em Pedro do Rosário foi a empresa L.G. de O. Rocha Comércio e Serviços – Eireli que arrematou R$ 2.596.634,00 em oito contratos para o fornecimento de materiais de expediente e de higiene e limpeza.

    Sacolão II – Quatro contratos no total de R$ 1.027.823,60 foram para aquisição de material de expediente para as secretarias de Educação (R$ 623.700,50); Administração (R$ 161.572,00); Saúde (R$ 182.450,12) e Assistência Social (R$ 60.101,00).

    Sacolão III – Os outros quatro somados em R$ 1.568.811,00 foram para higienizar e limpar as mesmas secretarias de Educação (R$ 627.524,40); Administração (R$ 235.321,65); Saúde (R$ 470.643,30) e Assistência Social (R$ 235.321,65).

    Lobão e Waldir Maranhão entre os 48 políticos investigados na Lava Jato que perderão foro se não se reelegerem

    Quarenta e oito políticos com foro privilegiado que estão sendo investigados ou foram denunciados na operação Lava Jato correm o risco de ter seus casos enviados à primeira instância caso não consigam se reeleger em outubro.

    A BBC Brasil listou os políticos que estão na mira da força-tarefa mas que, por terem foro privilegiado, respondem em cortes superiores, onde o andamento dos processos costuma ser mais lento. Boa parte do grupo deverá tentar a reeleição, o que garantiria a manutenção do foro privilegiado.

    A lista inclui o presidente Michel Temer, três governadores, dez senadores e 34 deputados federais.

    Confira a lista dos políticos envolvidos na operação que podem perder o foro privilegiado se não se elegerem em outubro:

    PRESIDENTE
    Michel Temer (MDB-SP)

    GOVERNADORES
    Renan Filho (MDB-AL)
    Robinson Faria (PSD-RN)
    Fernando Pimentel (PT-MG)

    SENADORES
    Aécio Neves (PSDB-MG)
    Ciro Nogueira (PP-PI)
    Edison Lobão (MDB-MA)
    Eunício Oliveira (MDB-CE)
    Gleisi Hoffmann (PT-PR)
    Humberto Costa (PT-PE)
    Ivo Cassol (PP-RO)
    Renan Calheiros (MDB-AL)
    Romero Jucá (MDB-RR)
    Valdir Raupp (MDB-RO)

    DEPUTADOS FEDERAIS

    Aguinaldo Ribeiro (PP-PB)*
    Alfredo Nascimento (PR-AM)
    Anibal Ferreira Gomes (MDB-CE)
    Antônio Brito (PSD-BA)
    Andres Sanchez (PT-SP)
    Arlindo Chinaglia (PT-SP)
    Arthur Maia (PPS-BA)
    Beto Mansur (PRB-SP)
    Cacá Leão (PP-BA)
    Carlos Zarattini (PT-SP)
    Celso Russomanno (PRB-SP)
    Dimas Fabiano Toledo (PP-MG)
    Fábio Faria (PSD-RN)
    Heráclito Fortes (PSB-PI)
    José Carlos Aleluia (DEM-BA)
    José Mentor (PT-SP)
    José Otávio Germano (PP-RS)
    Lázaro Botelho Martins (PP-TO)
    Lúcio Vieira Lima (MDB-BA)
    Luiz Fernando Faria (PP-MG)
    Marco Maia (PT-RS)
    Maria do Rosário (PT-RS)
    Mário Negromonte Jr. (PP-BA)*
    Milton Monti (PR-SP)
    Missionário José Olímpio (DEM-SP)
    Ônyx Lorenzoni (DEM-RJ)
    Roberto Balestra (PP-GO)*
    Rodrigo Garcia (DEM-RJ)
    Rodrigo Maia (DEM-RJ)
    Sandes Júnior (PP-GO)
    Vander Loubet (PT-SP)
    Vicentinho (PT-SP)
    Yeda Crusius (PSDB-RS)
    Waldir Maranhão (PSDB-MA)*
    *A Procuradoria Geral da República (PGR) pediu o arquivamento das investigações sobre os deputados, mas o pleito ainda não foi analisado pelo STF.

    A justa reação indignada de Flávio Dino contra matéria tendenciosa da TV Mirante veiculada no Fantástico

    O governador Flávio Dino reagiu a mais uma matéria tendenciosa construída pela TV Mirante, que ganhou repercussão nacional com a veiculação no Fantástico deste domingo.
    “Globo no Maranhão é a TV do Sarney, que faz essas reportagens veiculadas nacionalmente. Chamam isso de ‘jornalismo’ e ‘democracia’. No caso, imputar a mim um papel assinado por um tenente-coronel que nem sei quem é. E sobre algo que jamais ordenei ou concordei”, disparou Dino.

    Na reportagem, a TV ouviu dois deputados estaduais de oposição, Sousa Neto – genro de Ricardo Murad, classificado pela Polícia Federal como chefe de organização criminosa responsável por desviar bilhões da saúde do Maranhão – e Eduardo Braide, possível laranja da família Sarney na disputa pelo governo.

    Além disso, a matéria tendenciosa feita pelo repórter Alex Barbosa utilizou parte da nota encaminhada pela Polícia Militar que dá a entender que a instituição concordou com o teor do documento enviado pelo tenente-coronel Emerson Farias, quando na verdade o comando da PM afirmou que o memorando é totalmente ilegal e já foi anulado por circular assinada pelo comandante da Polícia Militar.

    Veja a manifestação de Flávio Dino nas redes sociais

    Flávio Dino é festejado durante entregas e vistorias de ações em Alto Alegre do Maranhão

    Diferente do que espalham os escribas que estão à serviço do grupo Sarney, em tática completamente desesperada para fazer parecer que os fake news espalhados nos últimos dias macularam a imagem de Flávio Dino, a recepção do povo de Alto Alegre foi muito calorosa. O governador esteve ontem no município para entregar e vistoriar ações do Governo do Estado.

    Na ocasião, Flávio Dino recebeu o título de Cidadão Alto-alegrense da câmara municipal. “São muitas ações realizadas aqui em Alto Alegre, cidade que já recebeu programas sociais, ambulância, viatura e que hoje recebe mais uma grande leva de entregas como é o caso do Mais Asfalto, que melhorou o acesso ao centro da cidade e outras obras que vamos iniciar como o Mercado Municipal e construção da Prefeitura e da Câmara municipal”, destacou o governador.

    A população fez questão de agradecer investimento de aproximadamente R$ 1 milhão nos 4 quilômetros de pavimentação de ruas e avenidas feitos por meio do programa Mais Asfalto. “Melhorou muita coisa aqui. Nesse tempo de inverno, as motos ficavam muito sujas de lama porque as ruas não eram boas, mas agora está muito bom. Gostei muito”, agradece o moto taxista, Pedro Amaro, de 62 anos.

    Outro desejo antigo da população alto-alegrense também foi atendido pelo governador, que assinou a ondem de serviço para a reforma e ampliação do Mercado Municipal da cidade. O investimento é de R$ 710,8 mil. Além do novo mercado, a cidade também vai ter os prédios da Prefeitura e da Câmara de Vereadores construídos por meio de convênio firmado entre Governo e Prefeitura.

    Para o prefeito da cidade, Maninho de Alto Alegre, a parceria com o Governo do Estado tem dado inúmeros resultados positivos para a população. “É gratificante para toda população receber essa parceria do Governo Flávio Dino. Temos os Mais Asfalto, que ligou os bairros ao centro da cidade; o convênio da reforma do mercado que era um anseio da população; e a construção da prefeitura e da câmara, o nosso centro administrativo”, conta Maninho.

    Ainda na agenda de Alto Alegre, o governador Flávio Dino participou da inauguração de uma creche e da Escola de Música Antônio de Deus Vieira Neto, equipamentos municipais. Na escola de música, o Governo entregou guitarras, flautas, contrabaixos, violões, baterias e teclados, instrumentos do Programa Maranhão Musical, para os futuros alunos.

    A comunidade Tijuca e a Associação Boa Horas ainda receberam 2 toneladas de sementes de feijão do programa Mais Semente. Alto Alegre conta com cerca de R$ 2,9 milhões investidos no município para executar um conjunto de obras estruturantes.

    Veja o vídeo da festa do povo de Alto Alegre do Maranhão com a presença de Flávio Dino

  • Deu no D.O

    • A coluna Deu no D.O. está no ar com os generosos contratos dos nossos divinos gestores públicos. Dos caixões (R$ 214 mil) de Itapecuru-Mirim ao material de limpeza de Coroatá (R$ 2 milhões), ainda figuram Viana, Matões, Porto Rico e São José de Ribamar. 
  • Fale com o Garrone

    (98) 99116-8479 raimundogarrone@uol.com.br
  • Rádio Timbira

    Rádio Timbira Ao Vivo