Logo
  • Geral

    Deu no D.O.

    Bucho cheio – A prefeitura de Balsas resolveu instaurar o Fome Zero e contratou com dispensa de licitação a J. Amarildo B de Souza Restaurantes e Serviços – ME para fornecer quentinhas durante 90 dias à Secretaria Municipal de Saúde ao custo de R$ 138,390,50.

    Coleta seletiva – A prefeitura de São Bento também dispensou licitação para contratar a MS Construções Ltda – ME para fazer a limpeza urbana com objetivo de realizar mutirão em bairros do município, com serviços de coleta de lixo domestico, entulhos de construções, móveis, galhos de arvores e varrição de ruas e avenidas, durante 30 dias, por R$ 255.491,49.

    A dedo I – Ainda na mesma balada sem licitação, a prefeitura de Porto Franco contratou a Itamar Martins Macedo – ME para fornecer combustível na bomba durante 30 dias por R$ 363.200,00.

    A dedo II – Com tanto gás, a prefeitura de Porto Franco também aproveitou para deixar para trás a licitação e contratou a Ribeiro Erre Comércio e Representações Ltda para fornecer, durante 30 dias, medicamentos hospitalares por R$ 465.009,01.

    Pepita nos rins – Enquanto isso, a prefeitura de Codó contratou, por inexigibilidade de licitação e por um prazo de um ano, a Nefroclínica de Codó Ltda, para fazer hemodiálise através de profissionais capacitados ao custo de R$ 1.744.986,56.

    Só Deus sabe – Para recuperação e “obras de arte” de pontes e bueiros, e sem dizer quais, a prefeitura de Santa Helena contratou a Construções e Comércio Lupa Ltda, por R$ 148.196,80.

    Cascalho – Já a prefeitura de Tuntum resolveu recuperar a estrada vicinal no trecho da Bifurcação ao povoado Aldeia, passando pelos povoados Serra Grande, Pacas até a comunidade de Violão, e contratou, por R$ 807.759,17, a J.F. da Costa Filho & Cia Ltda-ME.

    Ouro negro – E para não comer poeira, a prefeitura de Bela Vista do Maranhão contratou R$ 916.900,00 em combustível da Roseno Comércio de Derivados de Petróleo LTDA.

    Lava Jato I – A prefeitura de Bacurituba assinou três contratos somados em R$ 73.696,00 com a empresa Lindalva de Jesus Ribeiro França para fazer a lavagem dos automóveis leves e pesados de responsabilidade do Município.

    Lava Jato II – Com a limpeza garantida, a prefeitura de Bacurituba aproveitou para locar veículos e máquinas de pequeno, médio e grande porte da J. Campos Empreendimentos Ltda por R$ 631.900,00.

    Tabuada – Quem também quer se manter limpa é a prefeitura de Estreito, que contratou por R$ 440.100,00 consultoria e assessoria contábil da Santos Araújo Contabilidade Ltda – ME.

    O Globo revela que embora deficitário, o MA foi quem mais ampliou o efetivo da PM no País

     A nomeação de novos policiais amplia o efetivo e reduz o déficit herdado do passado

    Levantamento feito pelo jornal O Globo nos 10 estados com maior população revela o desafio do governo Flávio Dino em diminuir o déficit no efetivo da Polícia Militar, que situa o Maranhão como o estado – dentre os 10 –que apresenta a pior relação de policial por habitante, um para 763.

    O Globo, no entanto, não contabilizou e tampouco fez referência que a partir de março deste ano com a nomeação de mais 1.100 policiais, a relação cai de um para 669, ultrapassando o Rio Grande do Sul, que possui um militar para 683 moradores dos pampas.

    Muito menos observou que nos últimos três anos, o Maranhão foi quem mais ampliou o seu efetivo passando de 7.709 policiais em 2013 (um para 881 habitantes), de acordo com o único levantamento oficial feito pelo IBGE, para 9.138 neste mês de fevereiro e 10.238 a partir de março vindouro.

    Os outros dois estados que aumentaram o seu efetivo, o Ceará e a Bahia nomearam 668 e 60 novos policiais, respectivamente. Ambos, no entanto, possuem uma melhor relação de policial por habitante, um para 542 na terra de José de Alencar e um para 492 na de Jorge Amado.

    Em cinco outros estados, São Paulo, Rio Grande do Sul, Pernambuco, Rio de Janeiro e Pará (Minas e Paraná não divulgaram seus efetivos em 2017), houve uma redução de contingente; e segundo o Globo, juntos, eles “perderam algo em torno de 17 mil homens da Polícia Militar nos últimos 38 meses”, entre dezembro de 2013 e fevereiro deste ano.

    Embora ainda haja uma grande defasagem na PM do Maranhão, o governo Flávio Dino tem enfrentado a crise fiscal, que compromete desde 2015 a prestação de serviços públicos, e em dois anos e três meses de administração, incluindo o próximo mês, nomeou 2.500 novos soldados.

              Em dois anos de governo Flávio dino entregou mais de 400 novas viaturas

    Números que demonstram a determinação do governo em reestruturar as forças de segurança, ampliando ainda mais até 2018 o efetivo da PM e os investimentos direcionados à infraestrutura de trabalho, para a devida salvaguarda da população.

    Flávio Dino antecipa pagamento do funcionalismo para antes do carnaval

        O governador Flávio Dino antecipa salário do servidor para essa sexta-feira gorda 

    O governador Flávio Dino anunciou neste domingo que o governo do Estado vai pagar o salário do servidor na próxima sexta-feira, dia 24 de fevereiro, antes do sábado gordo de carnaval.

    A decisão vai beneficiar cerca de 112 mil servidores e injetará na economia R$ 730 milhões, beneficiando especialmente o comércio informal, formado em sua grande maioria por pessoas mais necessitadas, que tem o seu maior faturamento durante a folia de Momo.

    A antecipação do salário será um incremento na distribuição de renda promovida durante os culturais, e uma mostra da competência do governo em enfrentar a crise econômica,  ao contrário de outros estados que estão com os pagamentos do funcionalismo em atraso.

    As bronquices de um senador que aposta na ignorância para colocar-se como alternativa em 2018

             Roberto Rocha: ignorância e reforço ao obscurantismo de parcela da sociedade

    A maior decepção com o senador Roberto Rocha não é o rompimento com o projeto político que o elegeu, tampouco o seu desalinhamento com o governo Flávio Dino, mas a sua aposta na ignorância como forma de fazer oposição e colocar-se como alternativa para disputar os Leões em 2018.

    Ao invés de questionar e criticar as ações da nova administração, o dito senador parte para o insulto contra o PCdoB, reforçando o obscurantismo de parcela da sociedade para atingir o governador.

    Em texto publicado em sua página no Facebook, Rocha destila sandices em ataques aos comunistas, sem apontar casos concretos que possam justificá-los.

    Diz, por exemplo, que “os comunistas são conhecidos no mundo inteiro pela obsessão de tentar eliminar rivais para se manterem no poder”.

    De onde ele tirou essa, “conhecidos no mundo inteiro”?

    E o pior é afirmar que “comunistas inteligentes são patifes; os honestos são burros; e os inteligentes e honestos nunca são comunistas”.

    São peemedebistas, senador!

    Mas nada das bronquices que escreveu surpreendem e merecem ser levadas a sério.

    Afinal, um sujeito que deseja bom dia aos amigos com uma foto ginecológica de uma mulher com as pernas abertas, é apenas digno de pena!

    Leia e descubra quem é Roberto Rocha

    Líder do governo critica desinformação e mau caratismo da mídia sarneysista

    O líder do governo na Assembleia Legislativa, deputado estadual Rogério Cafeteira (PSB), classificou como mau caratismo e desinformação a falsa notícia divulgada em blog ligado à oligarquia Sarney sobre doação de lancha para o município de Cajari.

    “Desinformação e mau caratismo fazem com que uma mentira se propague. Lancha para Cajari foi doada pelo Governo do Estado, como mostra bem o documentos”, afirmou Cafeteira em seu perfil nas redes sociais.

    O blog sarneysista atribuiu a doação do veículo ao governo federal. Mas, documentos apresentados pelo secretário Felipe Camarão (Educação) mostram que a lancha foi adquirida pelo governo Flávio Dino.

    “Num ato de extrema sensibilidade, o Governo fez essa doação aos estudantes de Cajari. O Maranhão agradece. E enquanto a caravana passa os cães ladram!”, escreveu Cafeteira.

    Os documentos comprovam que a lancha foi adquirida pelo governo do Estado com recursos do Tesouro Estadual e doada para o município de Cajari. O equipamento vai garantir transporte digno para estudantes de comunidades rurais do município.

    Polícia investiga coronel membro do Gabinete Militar de Roseana Sarney

    Coronel teria esquecido colete em carro de suspeito de integrar quadrilha

    A prisão de dois acusados de participação em uma quadrilha especializada em roubo de veículos de luxo em São Luís trouxe outro assunto à tona. É que um colete de uso exclusivo da Polícia Militar do Maranhão, pertencente ao membro do gabinete militar durante a gestão desastrosa de Roseana Sarney, o Coronel Reinaldo Elias Francalanci, foi apreendido com um dos suspeitos.

    Em depoimento prestado nesta quinta-feira (16) para o delegado Fernando Guedes, da Delegacia de Roubos e Furtos de Veículos (DRFV), o coronel alegou ter feito a troca de um veículo com Fábio Aurélio do Lago e Silva, o “Buchecha”, acusado de participação com a quadrilha e também pela participação no assassinato do blogueiro Décio Sá.

    Durante o interrogatório, o coronel também alegou que não sabia do envolvimento do suspeito com a quadrilha e que simplesmente esqueceu o colete, artigo essencial para uso de policias de todas as patentes, no carro “trocado” com o bandido.

    O coronel presta depoimentos na Delegacia de Roubos e Furtos de Veículos (DRF). Ele fornece esclarecimentos sobre o colete da PM, de sua responsabilidade, que foi encontrado com um dos integrantes de uma quadrilha especializada em roubo e clonagem de veículos.

    O delegado responsável pelo caso contou que de início, o coronel não era tratado como suspeito, mas que se as investigações apontarem seu envolvimento ele pode responder pelo crime de interceptação de roubo.

    Uma ação administrativa deve ser aberta no Comando Geral da PM para tratar sobre o paradeiro duvidoso do colete.

    PF apreendeu 1,2 mil quadros, que adornavam até os banheiros de Márcio Lobão

    Durante a deflagração da Operação Leviatã, um desdobramento da Lava Jato, a Polícia Federal apreendeu nesta quinta-feira (16) 1.200 quadros na residência Marcio Lobão, filho do senador Edison Lobão, presidente da CCJ; segundo o colunista Lauro Jardim, parte da coleção de Marcio Lobão adornava “paredes até dos banheiros e lavabos do seu apartamento de frente para o mar do Leme”

          Márcio Lobão, filho do senador Édison Lobão, foi deletado por receber propina

    247 – A Polícia Federal apreendeu nesta quinta-feira 16, durante a Operação Leviatã, um desdobramento da Lava Jato, 1.200 quadros na casa de Marcio Lobão, filho do senador Edison Lobão (PMDB-MA), presidente da CCJ (Comissão de Constituição e Justiça) do Senado.

    O colunista Lauro Jardim assim descreveu Marcio Lobão nesta manhã:

    Márcio Lobão é conhecido por ser amante de bons vinhos tintos franceses (dá preferência aos de Bordeaux). Participa de várias confrarias de amantes de boas safras. É dono de uma adega de qualidade.

    Notabilizou-se também, desde que foi morar no Rio de Janeiro, há pouco mais de uma década, por colecionar obras de arte. Tem um excelente acervo. Parte deles adorna paredes até dos banheiros e lavabos do seu apartamento de frente para o mar do Leme.

    O ex-presidente da Andrade Gutierrez Energia e delator da Lava Jato, Flávio David Barra, foi quem apontou o senador Edison Lobão (PMDB/MA) como o suposto responsável por coordenar o recebimento de propinas para o PMDB envolvendo as obras de Belo Monte e da usina nuclear de Angra 3.

    Segundo o ex-presidente da Transpetro e também delator, Sergio Machado, era Marcio Lobão quem recebia, em mãos, um mensalão de R$ 300 mil do esquema. Por meio de seus advogados, Marcio Lobão se disse inocente e chamou a Operação Leviatã de “drástica medida judicial”

    Márcio Lobão, filho do senador e presidente da CCJ, Edison Lobão, é alvo da Lava Jato

                            Márcio Lobão e o pai Edison Lobão: o filho na mira da Lava Jato

    Por Fabio Serapião, Beatriz Bulla e Mateus Coutinho (Estadão)

    A Polícia Federal cumpre na manhã desta quinta-feira, 16, mandados de busca e apreensão expedidos pelo ministro Edson Fachin, novo relator da Lava Jato no Supremo Tribunal Federal. Batizada de Leviatã, a operação tem como alvo o filho do senador Edison Lobão (PMDB), Márcio Lobão e Luiz Otavio Campos, ex-senador.

    Estão sendo cumpridos mandados de busca e apreensão no Rio de Janeiro/RJ, em Belém/PA e Brasília/DF, nas residências dos investigados e escritório de trabalho.

    As buscas tem como objetivo aprofundar a investigação do Inquérito que apura pagamento de propina a dois partidos políticos, no percentual de 1% sobre as obras civis da Hidrelétrica de Belo Monte, por parte das empresas integrantes do consórcio construtor. Os principais envolvidos no esquema de repasse de valores aos agentes políticos são o filho do senador Edison Lobão (PMDB), Marcio Lobão e o ex-senador Luiz Otavio Campos.

    Os investigados, na medida de suas participações, poderão responder pelos crimes de corrupção, lavagem de dinheiro e organização criminosa.

    O nome escolhido pela PF se inspira na obra do filósofo político Thomas Hobbes. Nela ele afirmou que o “homem é o lobo do homem”, comparando o Estado a um ser humano artificial criado para sua própria defesa e proteção, pois se continuasse vivendo em Estado de Natureza, guiado apenas por seus instintos, não alcançaria a paz social.

  • Deu no D.O

    • A coluna Deu no D.O. está no ar com os generosos contratos dos nossos divinos gestores públicos. Dos caixões (R$ 214 mil) de Itapecuru-Mirim ao material de limpeza de Coroatá (R$ 2 milhões), ainda figuram Viana, Matões, Porto Rico e São José de Ribamar. 
  • Fale com o Garrone

    (98) 99116-8479 raimundogarrone@uol.com.br
  • Rádio Timbira

    Rádio Timbira Ao Vivo