Blog do Garrone

Vereadores de Zé Doca querem CPI para investigar denúncias de grilhagem da família do juiz Clésio Cunha

advogado Renato Coelho Cunha, irmão do juiz Clésio Coelho Cunha

A Câmara de Vereadores de Zé Doca vai abrir uma Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) para investigar denúncias de grilhagem de terrenos públicos no município. A iniciativa dos parlamentares surgiu depois do depoimento de dona Graça Cipauba, na última sexta-feira (11), que acusou o advogado Renato Coelho Cunha, irmão do juiz Clésio Coelho Cunha, de tomar propriedade que pertencia a sua família.

De acordo com a vítima, o advogado disse que iria ajudar a legalizar o terreno, por isso, a família ficou despreocupada.  Renato Coelho era procurador do município e ofereceu ajuda se aproveitando da confiança.

“Jamais imaginei que ele seria capaz de me enganar, logo ele que estudou com meu filho. Se formaram juntos e eu estava na noite da formatura assisti tudo. Era uma família amiga de nossa total confiança. Só depois descobri que ele Renato estava me enganando e já tinha até vendido meu terreno para terceiros. Foi um choque pra mim, daí denunciei na outra legislatura da Câmara e procurei ajuda na justiça, mas lá eles são muito influentes afinal é irmão de um juiz e enquanto eles estavam no poder nada surtia efeito.”

Quando foi até o cartório, dona Graça descobriu que as terras já estavam em nome de outra pessoa e foi avisada que o próprio advogado havia providenciado novo registro.  Segundo a vítima, o irmão do juiz Clésio Cunha se aproximou, tomou a propriedade e em seguida vendeu para outra pessoa. “Ele inclusive me pediu para cercar o terreno, ou seja, preparou tudo para vender “.

O vereador Cláudio da Boa Esperança disse que a família de Clésio Cunha é conhecida por crimes de grilagem de terrenos alheios e com várias denúncias no Conselho Nacional de Justiça.

Prefeitura de Zé Doca derruba terreno público murado pelo juiz Clésio Cunha.

De fato, o desembargador já respondeu processo por murar terreno público no Centro de Zé Doca e foi acusado pelo ex-prefeito de Caxias, Paulo Marinho, de roubar e vender área de sua propriedade.

Veja a reportagem da TV Record de Zé Doca.

 

2 comentários sobre “Vereadores de Zé Doca querem CPI para investigar denúncias de grilhagem da família do juiz Clésio Cunha

  1. Cardoso

    SERÁ SE LULA ATROFIOU OS NEURÔNIOS COM ESSA IDÉIA DE LANÇAR HADAD PARA PRESIDENTE É PURA LOUCURA, ESSE CIDADÃO NÃO DECOLA, NÃO TEM JOGO DE CINTURA, SE NÃO DER PARA LULA SER CANDIDATO QUE SAIA DO MEIO E DEIXE O PORVO ESCOLHER.

  2. joao ricardo

    esse juiz clesio é figura conhecida em ze doca, maior invasor de terrenos publico. invadiu o terreno do quartel da policia que foi doado pra construir anexo do quartel, ele dividiu o terreno no meio e vendeu a metade por cem mil reais a otra metade construiu a casa do seu irmão. invadiu o terreno da entrada da ebeneza e a familia dona do terreno está com ele na justiça até hoje. invadiu o terreno do clube colonião e expulsou seu domingo de lá prometendo cadeia pra ele. invadiu o terreno do finado joão gusmão lá no povoado lagoa da cruz, a familia até hoje chora, mas ele é juiz o povo tem medo. se meteu no negocio da fazenda do finado pedro alagoano, deu um golpe na viuva e deixou a coitada de fora da herança, enrolou os dois filhos menor e acabou ficando com a fazenda alegando o finado devia dinheiro pra ele. invadiu o canteiro da praça dizendo q ia fazer uma biblioteca e tava fazendo um predio comercial tudo em conluio com o ex prefeito alberto que vivia com medo dele. ainda bem que a prefeita derrubou. invadiu o terreno entre a prainha e campo do colonião, ele se aproveitava que seu irmão defendia o prefeitoe documentava tudo ilegal. usava o poder de juiz e estorquia o prefeito que devia ele por agiotagem e pagava com terrenos publicos. juiz safado

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *