Blog do Garrone

Toma lá, dá cá: Tia de Edilázio e ex-assessora de Nelma receberam do cartório de Ricardo Gonçalves

    Nelma Sarney, Edilázio Júnior e Ricardo             Gonçalves: triângulo sob suspeita

Recibos que o blog teve acesso revelam que após ser nomeado por Nelma Sarney em junho de 2014 como interino da milionária Serventia do 1º Registro de Imóveis de São Luís, Ricardo da Silva Gonçalves contratou “serviços” de duas pessoas ligadas diretamente à desembargadora, em uma triangulação no mínimo suspeita, cuja a hipotenusa seria o deputado estadual Edilázio Júnior.

Genro de Nelma Sarney, o deputado é a ligação entre as pontas desses dois catetos, seja pelo grau de parentesco e doações às suas campanhas eleitorais, seja pelos cargos em comissão no gabinete da sogra.

De um lado do ângulo reto está a sua própria tia, Raimunda Vânia Almeida Lima. Doadora das duas campanhas do sobrinho (2010 e 2014), ela foi recompensada por Ricardo Gonçalves no dia 5 de novembro de 2014 com o pagamento de R$ 6 mil, feito através de um simples recibo e sem a devida nota fiscal de pessoa física, a título de serviços prestados no mês de outubro como Escrevente Autorizada 02.

    Recibo assinado por Raimunda Vânia Almeida Lima, tia do deputado Edilázio Júnior

Do outro, esse mais extenso, está Marlla Maria Barbosa Arouche, ex-assessora de Nelma que teve carteira assinada pelo tabelião Gonçalves em setembro de 2014, como escrevente substituta e salário de R$ 17.965,00.

Marlla é irmã de José Mauro Barbosa Arouche, doador de campanha de Edilázio (2010) e também ex-assessor de Nelma, com quem nutre forte amizade que o permitiu protagonizar uma estranha jornada judicial para entrar pela janela no cartório de Buriticupu, após ser reprovado na prova discursiva do concurso público realizada em janeiro de 2009. (Leia Aqui)

    Contracheque referente ao salário de dezembro de 2014 recebido por Marlla Arouche no cartório de Ricardo Gonçalves

José Mauro ganhou o seu primeiro cargo em comissão da desembargadora em 2001, e entre idas e vindas ficou até 2014, quando foi nomeado com um dos maiores salários da Assembleia Legislativa do Maranhão (símbolo Isolado de Técnico Parlamentar Especial) para assessorar o genro deputado. 

Já a passagem de Marlla Arouche pelo gabinete de Nelma Sarney é um mistério. Embora o Portal Brasil, site com notícias e serviços do Governo Federal, registre o Ato 392013 da sua nomeação assinado pelo então presidente do tribunal, Antônio Guerreiro Júnior, em 15 de janeiro de 2013, o blog não encontrou o seu nome no Portal da Transparência do TJ.

Nomeação de Marlla Arouche no TJ, encontrada no Portal Brasil, como assessora de                                                  Nelma Sarney em 2013

     Print do Portal da Transparência do TJ, onde o nome de Marlla Arouche só aparece na                                                      folha de pagamento em 2016

Somente em 2016 nos meses de fevereiro, março e abril é que o nome de Marlla Arouche consta da folha de pagamento disponibilizada pelo Portal, com salário líquido de R$ 15.224,28.

Como o teorema de Pitágoras relaciona as medidas dos catetos de um triângulo retângulo à medida de sua hipotenusa, não é difícil calcular a proximidade entre o cartório da Rua do Sol e uma sala acarpetada no Palácio Clóvis Bevilácqua.

Afinal, a soma dos quadrados dos catetos é igual ao quadrado da hipotenusa!

OBS.Modificado para correção às 12h55.

Um comentário sobre “Toma lá, dá cá: Tia de Edilázio e ex-assessora de Nelma receberam do cartório de Ricardo Gonçalves

  1. Pitoresco

    E a farra continua, publiquem os valores dos salários dos cunhados deste …, que ele colocou la no cartório. Este … não tem limites, afinal tem “COSTAS QUENTES”. Originario la das Minas Gerais, fez seus conhecimentos no cartório de Itabira.
    Carlos Drumond de Andrade deve estar se revirando no tumulo. VERGONHAAAAAAAAAAAAA

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *