Logo
  • Notícias

    Homem é acusado de matar vizinho que reclamava de galo cantando ‘Bolsonaro’

    Marcos Ferreira ensinou galo a cantar Bolsonaro – Divulgação

    Não foi nem um papagaio, craque nas artes de falar, imitar e dar o pé. Marcos Custódio Ferreira, de 52 anos, foi preso nesta sexta-feira (29) acusado de matar um vizinho que reclamava do barulho de seu galinheiro em Petrópolis, na região serrana do Rio de Janeiro. Um dos motivos seria um galo que aprendeu a cantar a palavra “Bolsonaro”. O caso foi veiculado pelo jornal Folha de São Paulo.

    Segundo a Polícia Civil fluminense, Marcos Ferreira depois de atirar ainda esmagou o crânio de Ricardo Carneiro Montojos, quando este já estava jogado no chão, com uma pedra de oito quilos. O crime ocorreu na manhã de 4 de setembro.

    Foragido desde então, ele se apresentou à delegacia da cidade serrana acompanhado de advogado, onde confessou o assassinato e o motivo de sua monstruosidade.

    Ferreira contou que Montojos alegava que ele havia ensinado seu galo a dizer a palavra “Bolsonaro” por implicância, uma vez que a vítima não gostava do presidente Jair Bolsonaro (sem partido).

    Leia a matéria da Folha AQUI

  • Deu no D.O

    • A coluna Deu no D.O. está no ar com os generosos contratos dos nossos divinos gestores públicos. Dos caixões (R$ 214 mil) de Itapecuru-Mirim ao material de limpeza de Coroatá (R$ 2 milhões), ainda figuram Viana, Matões, Porto Rico e São José de Ribamar. 
  • Fale com o Garrone

    (98) 99116-8479 raimundogarrone@uol.com.br
  • Rádio Timbira

    Rádio Timbira Ao Vivo