Blog do Garrone

Sarneysistas cobram lealdade de Roberto Rocha a projeto Roseana 2018

O grupo Sarney demonstrou irritação com a instabilidade do senador Roberto Rocha (PSB). Nesta terça-feira (28), a coluna Estado Maior, do jornal O Estado do Maranhão, exigiu do senador o fim da política de “morde e assopra” em relação ao governador Flávio Dino.

O motivo da irritação dos sarneysistas é que no domingo Rocha fez um convite a Flávio Dino por “uma unidade em prol do Maranhão”. Os sarneysistas cobraram lealdade de Rocha, com quem contam para seu projeto de enfrentar um governador com mais de 60% de aprovação popular.

A coluna do jornal adula Roberto Rocha, afirmando que ele tem grande potencial para disputar o governo do Estado contra Flávio Dino. O cálculo por trás é que, ainda que saia derrotado no pleito, ele tem mais quatro anos de mandato como senador.

O Estado esquece apenas de frisar que o parlamentar segue isolado em seu projeto político de governar o Maranhão, inclusive sem apoio de nomes importes do PSB do Maranhão, como o deputado federal José Reinaldo Tavares e o estadual Bira do Pindaré, que já declararam apoio irrestrito a Dino em 2018.

A coluna Estado Maior diz que Rocha estaria esperando um “chamamento comunista” e por isso ainda não articulou apoios para 2018. No entanto, é provável que o senador esteja repensando sua estratégia solitária.

Atualmente, o projeto liderado por Dino é bem visto tanto pela classe política quanto pela população. Ao se opor essa conjuntura exitosa que Flávio Dino encabeça, Roberto Rocha estaria marchando em sentido contrário, inclusive aos anseios da ampla maioria do eleitorado.

2 comentários sobre “Sarneysistas cobram lealdade de Roberto Rocha a projeto Roseana 2018

  1. Macabeu

    Roberto Rocha se quiser ter uma vida política promissora, tem que se afastar, como o diabo foge da cruz, do grupo Sarney. Este grupo é uma nódoa uma mancha turva que empesta e embriaga as pessoas com seu odor nauseabundo. RR tem que dosar suas ambições desmedidas e escolher melhor seus parceiros se quiser almejar cargos importantes no Estado. Não e se aliando a escória da política local que va garantir sucesso na sua empreitada.Digas com quem andas que eu digo quem tu és. Parceria se faz como se tivessem comprando um animal, escolhe primeiro pela raca, se presta, se nao presta, saber se tem rejeição, se bem visto, se se tratando de pessoas se tem carater, nao é ladrao ou corrupto.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *