Blog do Garrone

PMDB formaliza afastamento de Geddel do partido por 60 dias

 


Folha de SP – A cúpula do PMDB formalizou nesta quarta-feira (13) o afastamento do ex-ministro Geddel Vieira Lima do partido por 60 dias. Ele está preso na penitenciária da Papuda, em Brasília, desde a semana passada.

Geddel pediu licença de suas funções como primeiro-secretário da direção nacional da sigla. O ex-ministro já estava afastado da presidência do PMDB na Bahia desde julho.

A licença de Geddel foi costurada com dirigentes do partido, em uma tentativa de isolar a crise aberta pela prisão do ex-ministro e amenizar a contaminação do presidente Michel Temer pelo episódio.

O episódio também servirá para abrir caminho para o afastamento de outros integrantes do PMDB, como a senadora Katia Abreu (TO), que responde a um processo de suspensão por fazer declarações públicas contra a cúpula do partido.

PRISÃO

Geddel foi preso na sexta-feira (8), depois que a Polícia Federal encontrou um “bunker” em que estavam guardados R$ 51 milhões em dinheiro, atribuídos ao peemedebista.

Em relatório, a PF afirma que parte desse valor tem relação com um esquema de corrupção que beneficiou o grupo do PMDB da Câmara –em que são investigados Temer, ministros e ex-deputados.

Desde que o dinheiro atribuído a Geddel foi encontrado, os principais integrantes do PMDB evitaram defendê-lo e afirmam que ele deve responder sozinho às acusações de que é alvo.
O presidente peemedebista, senador Romero Jucá (RR), afirmou na semana passada que cada filiado envolvido em denúncias tem de se explicar individualmente.

“A questão de qualquer denúncia sobre qualquer filiado deve ser explicada pelo filiado. Não conheço a situação do ex-ministro Geddel. Acho que quem tem que explicar é a Polícia Federal e, eventualmente, se ele tiver algum tipo de relação, ele também deve explicar”, afirmou.

Eliseu Padilha seguiu a mesma linha naquela ocasião. “Nós temos questões que são pessoais, e que não cabe ao partido responder. Penso que cada um responde pelos seus atos.

2 comentários sobre “PMDB formaliza afastamento de Geddel do partido por 60 dias

  1. Antonio Carlos

    O que fez prender esse ladrão nogento, imundo, foi a ganância, esse verme, porco, é seu apelido, por ai se ver onde esse bicho se meteu. O mau do Brasil, se chama impunidade e faz com que esgoto do tipo desse Geddel Vieira Lima, prosprera neste país. E tem muito escória deste, impestando o mar de lama que é a politica putrefato do Brasil. Igual a esse tem muito, aqui mesmo no Maranhão tem centenas destes crápula, e so tem um jeito, matar essa desgracas. Riscar do mapa, tocar fogo nesses miseráveis, só assim extipa esses câncer, esses cancro, essas carnica de odor insuportável do Brasil. Ou se faz assim, ou essa porra se destruirar por si mesmo.

  2. Ze Renato

    Olhe bem pra foto desse podre, essa fuça desse porco imundo. Geddel Vieira Lima, o câncer da politica, ladrão e corrupto miserável. O lugar desse infame é o destino do bagaço espremido. Crie mofo e morra na prisão este infeliz.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *