Blog do Garrone

Oposição oligárquica ataca obras que beneficiam a população

Clayton Noleto: A oposição é contra todo projeto exitoso do Governo

O secretário de Infraestrutura, Clayton Noleto, participou de sabatina na Assembleia Legislativa nesta quarta-feira (15) sobre o Mais Asfalto e criticou veementemente os questionamentos da oposição oligárquica, que desvirtuou o requerimento que pedia a presença dele para prestar esclarecimentos acerca do programa e transformou a tribuna da Casa em um palanque eleitoral.

Por cerca de 45 minutos, Clayton Noleto apresentou todos os números do programa que já asfaltou mais de 1000km de ruas e avenidas de mais da metade dos municípios maranhenses e está garantindo a trafegabilidade das principais rodovias do estado.

Após todas as explanações sobre o assunto, os deputados de oposição começaram a atacar as ações do Governo para a infraestrutura, questionando o valor gasto, sobretudo no ano de 2016, período eleitoral. Com muita transparência, Noleto comparou os dois primeiros anos do governador Flávio Dino à frente do Maranhão com o último ano do governo Roseana.

Sem argumentos, Edilázio Júnior teve que recorrer ao discurso raivoso contra Mais Asfalto

De acordo com o secretário, o programa de pavimentação de vias urbanas da ex-governadora previa o asfaltamento de 215, dos 217 municípios, em 2014, ano de eleições estaduais. Noleto desmistificou a falácia de programa eleitoreiro da oposição ao demonstrar que em 2015 foram gastos R$ 137 milhões e 2016, ano de eleições municipais, foram gastos R$ 125 milhões, ou seja, R$ 12 milhões de reais a menos.

“A oposição é contra todo projeto exitoso do Governo”, disse Clayton Noleto, o que deixou o deputado Edilazio Júnior sem palavras e revoltou o deputado Adriano Sarney, que vestiu a carapuça e perdeu a compostura com a declaração do secretário, chegando a tumultuar o andamento do diálogo.

A postura transparente, firme e segura do secretário Clayton Noleto ao responder todos os questionamentos da oposição pegou de surpresa os deputados da oposição oligárquica e ratificou a seriedade com que o dinheiro público é tratado no governo Flávio Dino.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *