Blog do Garrone

“O lugar dele é qualquer outro lugar, menos o PSB”, disse Bira do Pindaré sobre Roberto Rocha

Bira: Roberto Rocha traiu o governador Flávio Dino

O deputado estadual e presidente municipal do PSB em São Luís, Bira do Pindaré, deixou bem claro em entrevista à TV Difusora que é a favor da saída do senador Roberto Rocha do partido.

“O lugar dele é qualquer outro lugar, menos o PSB. Essa é a minha visão em relação a esse indivíduo. Espero que ele tenha bom senso e perceba que não tem ambiente pra ele no PSB”, disparou Bira.

Bira do Pindaré lembrou que Roberto Rocha vem sucessivamente contrariando a posição da sigla e traiu o seu antigo aliado no Maranhão, o governador Flávio Dino (PCdoB).

Em 2014, Rocha conseguiu se eleger senador “na sombra” da chapa vitoriosa de Dino, inclusive impondo derrota a Gastão Vieira, na época o candidato ao Senado do grupo Sarney. Com menos de um ano de mandato, Rocha se desligou do governador, acenou politicamente para o clã Sarney e iniciou uma série de ataques despropositados ao governador.

A declaração do deputado Bira do Pindaré pode comprometer definitivamente os planos de Rocha para 2018. Além de ter rompido com Dino, Rocha anunciou sua pretensão em se lançar ao governo do Maranhão nas eleições do ano que vem. Acontece que Bira e o presidente estadual do PSB no Maranhão, Luciano Leitoa, devem unir forçar para garantir a reeleição de Flávio Dino, reeditando a aliança de 2014 entre o PSB e o PCdoB no Maranhão.

“Nós trabalhamos pela reeleição do governador Flávio Dino, achamos que o governo está no rumo certo. No balanço geral é um balanço positivo e isso está firmado dentro do PSB da capital e também do PSB do Maranhão. A tendência é que o PSB fortaleça os laços com o governador Flávio Dino”, declarou Bira na entrevista.

Sem apoio do PSB no Maranhão e com alta rejeição popular entre os maranhenses, o senador “Asa de Avião”, como é conhecido, deve amargar uma vergonhosa e solitária derrota em 2018.

Roberto Rocha e Temer

No plano nacional, enquanto o PSB decidiu romper integralmente com o governo Michel Temer (PMDB), Roberto Rocha acabou contrariando a decisão do seu partido, e no Congresso votou em diversas ocasiões a favor do presidente, o que acabou representando também um duro golpe contra a população, já que cerca de 95% dos brasileiros não aprovam a gestão Temer. Rocha também é lembrado por votar a favor das impopulares reformas de Temer e ter atuado pelo impeachment da ex-presidente Dilma Rousseff.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *