Blog do Garrone

Música no Fantástico? Sarney Filho pode ser rifado pela terceira vez pelo clã

Candidatura de Sarney Filho ao Senado está ameaçada

Pré-candidato ao Senado Federal, o ministro Sarney Filho (PV) pode ser mais uma vez sacrificado pela sua família. Tudo porque sua irmã, Roseana, não está certa de que terá chances contra Flávio Dino na disputa ao governo do Estado. Se a desistência dela se confirmar, será ela a candidata a uma das vagas para o Senado no clã Sarney. A outra é de Edison Lobão.

A lógica é bem simples. Com a iminente derrota de Roseana, José Sarney não arriscará perder com seus dois filhos, ela para o governo e Zequinha para o Senado. Como sabe que a eleição da ‘princesa da oligarquia’ para uma das vagas de senador é quase certa, o oligarca sacrificaria, mais uma vez, Sarney Filho na disputa. Ele faria dobradinha, novamente, com o filho Adriano, saindo para seu 11º mandato como deputado federal.

Ser preterido dentro do seu próprio grupo não é novidade na vida política de Sarney Filho. Sem carisma e sem votos, segundo interlocutores do clã, o ministro foi rifado, em 1990, de concorrer ao governo do Estado. Na ocasião, o hoje senador Edison Lobão foi o candidato oficial da família Sarney e Zequinha partiu para a renovação do seu mandato na Câmara Federal.

Em 2006 o enredo foi parecido. Na fila para suceder o ex-governador Zé Reinaldo, Sarney Filho  tinha a simpatia do ex-aliado e já fazia planos como governador do Maranhão. Nos idos de 2004, a não aceitação de Zequinha como candidato foi o estopim para começar o rompimento político entre Zé Reinaldo e Roseana, que se impôs acabou sendo a escolhida de Sarney para enfrentar, e perder, para Jackson Lago.

O cenário em 2018 caminha para ser o mesmo dos anos anteriores. Zequinha está muito próximo de ser rifado pela terceira vez pelo seu grupo político. A se confirmar, ele já pode, inclusive, pedir música no Fantástico.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *