Blog do Garrone

“Mesquinhez política”, diz governador sobre senadores que retiraram recursos da Saúde

     Flávio Dino: “Vamos deixando para trás o tempo de desmandos, arbitrariedades e                           conchavos espúrios, que tenho certeza de que não voltarão mais”.

Em seu artigo semanal, o governador Flávio Dino criticou a bancada de senadores do Maranhão que comandou a quebra de acordo entre a bancada federal e a Federação de Municípios do Estado do Maranhão (Famem) para destinação de R$ 160 milhões para a Saúde do estado. Na última hora, os senadores quebraram o acordo e retiraram cerca da metade dos recursos.

“Um recurso que iria para as Prefeituras, custear os serviços de saúde gratuita à população, foi sabotado apenas para supostamente me prejudicar”, afirmou o governador. O acordo havia sido costurado pelo coordenador da bancada federal, deputado Rubens Jr (PCdoB). “É um triste exemplo da mesquinhez política que guia o grupo político que por tantas décadas foi preponderante em nosso estado”.

Ainda em seu artigo, publicado originalmente no Jornal Pequeno, Dino afirma que atua na direção contrária. “Fico feliz de ir na contramão desta lamentável herança que tenta se fazer presente a cada instante e tenho feito um governo de todos os maranhenses”, afirma. Em seu artigo, o governador lembra das obras do Mais Asfalto, em mais de 100 cidades, e a entrega de ambulâncias, que deve chegar a todos os municípios. “Isso se comprova pelas ações nos municípios, independente de coloração partidária de cada prefeito”, escreve.

Ao governar sem perseguição política e trabalhando para o povo de todas as cidades, Flávio confia nos resultados do seu trabalho como garantia de que o “tempo de desmandos, arbitrariedade e conchavos espúrios…não voltarão jamais”.

Leia o artigo:

                                 Um governo de todas as cidades

Esta semana, fui surpreendido pela notícia de que um acordo entre a bancada do Maranhão e os prefeitos, para destinação de R$ 160 milhões para a Saúde dos municípios, foi desrespeitado em face da imposição de senadores. Um recurso que iria para as Prefeituras, custear os serviços de saúde gratuita à população, foi sabotado apenas para supostamente me prejudicar. É um triste exemplo da mesquinhez política que guia o grupo político que por tantas décadas foi preponderante em nosso estado.

 

Fico feliz de ir na contramão desta lamentável herança que tenta se fazer presente a cada instante. Tenho feito um governo de todos os maranhenses. E que trabalha para todos os 217 municípios do Maranhão. Isso se comprova pelas ações nos municípios, independente de coloração partidária de cada prefeito. Houve um tempo em que, quando o prefeito e o governador brigavam, quem sofria era o povo. Hoje, nós distribuímos ambulâncias, viaturas, tratores e motoniveladoras aos municípios, além de obras de escolas e asfalto, sem excluir cidades por questões políticas.

 

Já foram 112 ambulâncias entregues este ano, unidades de atenção emergencial, com toda a capacidade de deslocar um paciente em segurança até um hospital. Sem distinção política. Pois quem usará a ambulância não é o prefeito, é o povo. E é para ele que nós políticos devemos trabalhar.

 

Já entreguei também 38 motoniveladoras para prefeituras, um investimento aproximado de R$ 21 milhões. É a doação de um equipamento (patrol) para prefeituras a fim de que possam trabalhar na melhoria de suas estradas rurais, melhorando o escoamento da produção agrícola, bem como o acesso dos moradores de povoados a serviços públicos.

 

Na segurança, já entreguei 833 viaturas este ano, entre carros e motos, superando a meta que havia colocado de 700 unidades. São veículos que permitem a presença das forças de segurança em todos os cantos do Maranhão. É graças a esse esforço e à ampliação da tropa, que chegou a seu recorde histórico de 12 mil policiais, que estamos conseguindo reduzir os números de violência em nosso estado. Só em São Luís, por exemplo, o número de homicídios caiu pela metade entre setembro deste ano e setembro de 2014 – no governo passado.

 

Com essas ações, estou cumprindo mais uma das promessas que fiz na campanha eleitoral de 2014, quando assegurei que seria um governador amigo de todas as cidades do Maranhão. Hoje, o Governo do Maranhão trabalha em favor dos municípios.

 

Num passado recente, que não queremos mais por perto, cidades ficaram décadas sem obras porque seus prefeitos eram de grupos políticos contrários à oligarquia que por tanto tempo controlou nosso estado. Até a capital passou anos sem uma parceria entre a Prefeitura de São Luís e o Governo, prejudicando ações como a pavimentação da cidade.

 

Temos boa relação institucional com todos os Poderes e com os municípios, pois acredito que o diálogo sempre é o melhor método de trabalho. Claro que o diálogo exige reciprocidade e respeito mútuo, e é isso que sempre buscamos. Nosso lema é a união pelo Maranhão, daí a nossa disposição de sempre procurar ajudar aqueles que nos procuram.

 

É assim, fazendo o bem sem olhar a quem, sem perseguição política, e trabalhando para o povo de todas as cidades que fazemos o Governo de Todos Nós. Vamos deixando para trás o tempo de desmandos, arbitrariedades e conchavos espúrios, que tenho certeza de que não voltarão mais.

Um comentário sobre ““Mesquinhez política”, diz governador sobre senadores que retiraram recursos da Saúde

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *