Blog do Garrone

Máfia da Sefaz: advogado limpa e desativa escritório antes da chegada da Polícia

O advogado Jorge Arturo: escritório limpo e desativado

O advogado Jorge Arturo: escritório limpo e desativado

A juíza Cristiana Ferraz determinou na manhã desta segunda-feira o busca e apreensão nas residências e escritórios do ex-secretário da Fazenda Cláudio Trinchão, do seu adjunto, , Akio Valente, do advogado Jorge Arturo e nos escritório do Centro de Tecnologia Avançada Ltda., todos envolvidos na chamada Máfia da Sefaz, acusada pelo Ministério Público do Maranhão de montar um esquema que saqueou os cofres públicos em R$ 1 bi.

O escritório do advogado Jorge Arturo, acusado de intermediar todo o esquema entre governo e empresários foi encontrado completamente vazio e desativado.

Há ainda a possibilidade de que alguns pedidos de prisão sejam decretados.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *