Blog do Garrone

Jurisprudência do TSE revela o jogo sujo do ex-juiz da Ficha Limpa contra Edivaldo

O ex-juiz da Ficha Limpa, Marlon reis, e o jogo sujo da política

O ex-juiz da Ficha Limpa, Marlon reis, e o jogo sujo da política

Decisão unânime do TSE considerando inepta uma Ação de Investigação Judicial Eleitoral protocolada antes do registro das candidaturas nas eleições de 2014, desmascarou o factóide político criado pelo advogado da Rede de Sustentabilidade, Marlon Reis, que protocolou uma ação idêntica no TRE exclusivamente para atingir o prefeito Edivaldo Holanda Júnior.

O ministro Gilmar Mendes, que relatou o caso, afirmou que o termo inicial para “ajuizamento da AIJE é o registro de candidatura, não sendo cabível a sua propositura se não estiver em jogo a análise de eventual benefício contra quem já possui a condição de candidato, conforme interpretação do art. 22, inciso XIV, da LC nº 64/1990”.

Como ex-juiz ele tem ou deveria ter conhecimento  da extemporaneidade da sua ação, mirabolantemente fundamentada em suposições imaginárias do uso da publicidade institucional da prefeitura para fazer a promoção pessoal do prefeito.

O que interessava mesmo era montar um circo para desgastar a imagem do pré-candidato Edivaldo Holanda que vem crescendo nas pesquisas e colocando por terra o desejo obsessivo de Eliziane Gama pelo poder.

Blogs, jornais e Tvs que fazem campanha aberta contra a atual administração municipal,  deitaram e rolaram feito pinto no lixo divulgando que Edivaldo estaria inelegível, que teria desviado os recursos da Comunicação e seria condenado a devolver mais de R$ 100 mil, etc.

Todos alimentados pelo juiz da Ficha Limpa, que bastou deixar a magistratura para fazer o jogo sujo dos políticos que tanto combateu!

Leia a decisão do TSE

TSE gilmar mendes

6 comentários sobre “Jurisprudência do TSE revela o jogo sujo do ex-juiz da Ficha Limpa contra Edivaldo

  1. Pingback: Blog Marrapá – Jurisprudência do TSE revela o jogo sujo do ex-juiz da Ficha Limpa contra Edivaldo

  2. Pedro

    Se há uma jurispudência nesse sentido, que com certeza o Marlon Reis tinha conhecimento, ele se utilizou dessa ação apenas para caluniar o prefeito, ou seja, ele e Eliziane que estão cometendo um crime eleitoral.

  3. Fabiana Assis

    Como juiz foi apenas um turista , pouco parava em sua Comarca deixando todo o trabalho de lado para sair dando palestras e vendendo seus livros. E o TJ divulgando como se fosse grande trabalho a auto promoção para depois de seu doutorado via escola magistratura abandonar a carreira e se aliar a politicagens e políticos. Enquanto os seus colegas se abarrotadas de trabalho ele ainda era homenageado. Vai entender!!!

  4. Anderson

    Ele estava apenas correndo atras de ajudar aqueles que ele sempre quis combater por causa de corrupção. se saiu bem mal né, e é capaz de se sujar tbm depois dessa.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *