Blog do Garrone

Jornalista do Sistema dá matracada no próprio pé e terá que comer a própria língua

Sucesso de público, o arraial da Maria Aragão é uma das marcas do nosso São João

Sucesso de público, o arraial da Maria Aragão é uma das marcas do nosso São João

Enquanto Catirina por um desejo de grávida comeu a do boi, jornalista do sistema Sarney de comunicação por uma cega obstinação em atacar o governador Flávio Dino, e por tabela o prefeito Edivaldo Holanda, terá que comer a própria língua.

Em texto publicado em seu blog, o dito cujo diz que “em pleno mês de junho – sob o signo de governantes pouco afeitos ao São João – o que se vê no Maranhão é um arremedo de festa junina, se comparada aos períodos de outros governos”, no caso o de Roseana Sarney.

É exatamente por essa comparação, que ele começa a morder o próprio músculo do corpo que está na boca, ao criticar por estarmos na metade do mês de junho sem que haja “nenhuma iniciativa oficial que remeta às festas juninas”; resultado da falta de identidade e compromisso com a cultura popular dos atuais gestores estadual e municipal; ao contrário do que ocorria durante as administrações de sua querida ex-governadora.

Enquanto Catirina, por desejo da gravidez,comeu a ldo boi, jornalista do sistema Sarney terá que comer a própria língua

Enquanto Catirina, por desejo da gravidez,comeu a do boi, jornalista do sistema Sarney terá que comer a própria língua

Chega ao absurdo de afirmar que “hoje, o que se tem de festa junina em São Luís são tentativas da iniciativa privada, como os arraiais do Shopping da Ilha – promovido em parceria com o Grupo Mirante – e o da Batuque Brasil, iniciativa bem-sucedida do presidente da Câmara, Astro de Ogum (PMN)”.

Além de – talvez por falta de miolo – ignorar a realidade da cidade e o próprio portal G1, parte do mesmo mundo que habita, que registrou jornalisticamente que “o São João chegou no Maranhão” com as prévias juninas iniciadas dia 2, e abertura da programação oficial no próximo dia 17, ele esquece que em 2014, no governo da sua querida, os festejos começaram dia 19 de junho.

Para desmontar e revelar as mentiras logo do início do seu arrazoado, onde avalia que “desde que o prefeito Edivaldo Júnior (PDT) assumiu a prefeitura, em 2013, o São João de São Luís simplesmente deixou de existir”, a programação junina do município em 2014 na Praça Maria Aragão estreou dia 13 de junho, e durante 17 dias, atraiu uma multidão e foi palco para 209 atrações selecionadas por meio de edital, sem o clientelismo que sempre marcou as contratações durante o antigo regime.

 O bumba-meu-boi é uma das principais atrações do São João, que não precisa de shows nacionais para atrair turistas e garantir o sucesso dos festejos

O bumba-meu-boi é uma das principais atrações do São João, que não precisa de shows nacionais para atrair turistas e garantir o sucesso dos festejos, como fez Roseana em 2014

Ainda na mesma toada comparativa, que acabou se transformando em uma matracada no próprio pé ao acusar que o “Maranhão e sua cultura não tem espaços nos governos da mudança”, em 2014 a programação da sua querida, priorizou – com cachês dez, vinte vezes maiores aos pagos aos da terra – shows com artistas nacionais, como se as nossas brincadeiras não fossem suficientes para o sucesso do São João e motivo de atração singular.

Esses shows o turista encontra em qualquer lugar do País; o boi, o cacuriá e o tambor de crioula, ele só encontra no Maranhão.

De tanto morder a própria língua, o órgão muscular relacionado ao sentido do paladar, não é à toa que o título da sua matéria fantasiosa seja “É uma questão de gosto…”. 

Veja a programação de abertura oficial dos festejos juninos

Arraial do Ipem

19h – Boi de Morros

20h – Dança do Coco Pirinã

21h – Show Mano Borges

22h – Bumba Meu Boi de Leonardo – Zabumba

23h– Bumba Meu Boi Brilho da Ilha

00h – Boi da Maioba-Matraca

Nauro Machado

19h – Boi de Guimarães- Baixada

20h – Quadrilha Juventude Esperança

21h – Show Bandeira de Aço (Tributo a Papete)

23h – Cacuriá da Dona Teté

00h – Boi de Axixá- Orquestra

Vila Palmeira

19h –Cacuriá Mirim da Vila Palmeira

20h – Show Mano Borges

21h – Boi da Maioba – Matraca

22h – Boi Unidos de Santa Fé – Baixada

23h – Show Teresa Canto

00h – Boi da Alemanha – Orquestra

Um comentário sobre “Jornalista do Sistema dá matracada no próprio pé e terá que comer a própria língua

  1. JOSEMAR PINHEIRO

    A bem da verdade, que não cala, também deve ser relembrado que o protagonismo político tanto no Carnaval como nas festas juninas, serviram como promoção político e pessoal dos que se utilizam indevidamente dessas festas folclóricas e populares, para pretensas campanhas eleitorais, inclusive, as fora de época, que, lamentavelmente, regadas com o dinheiro público, sempre apareceram como se fosse do gosto de alguém que estivesse interessado em realmente divulgar a cultura maranhense, escondendo o objetivo que era se popularizar com o uso indevido da criatividade, da inventividade e dos esforços das camadas mais pobres, marginalizadas nos direitos fundamentais à saúde, educação e qualidade de vida digna.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *