Blog do Garrone

Deu no D.O.

É só pedir I – Em Bela Vista do Maranhão não vão faltar material e equipamentos permanentes. A prefeitura assinou contrato com a E. Marques de R$ 1.019.900,00 para garantir o fornecimento até o final de 2017.

É só pedir II – Ainda em Bela Vista não vai ter história dos carros chapas-brancas darem pregos durante o serviço. Pelo menos é o que se espera com o contrato assinado com L.P.R. Patez para realizar a manutenção preventiva e corretiva dos veículos, com fornecimento de peças, ao custo de R$ 828.500,44.

Com todo o gás – Enquanto isso a prefeitura de Duque Bacelar resolveu encher o tanque e assinou quatro contratos somados em R$ 1.171.920,00 com a W.S Combustível Ltda – ME, para fornecer o derivado do petróleo até o último dia do ano.

Noves fora I – O novo prefeito de Pinheiro, Luciano Genésio, resolveu fazer a prova dos nove nas contas do ex-gestor, Filuca Mendes e contratou por R$ 180.000,00 a CGC Contabilidade Ltda – ME para fazer a auditagem de natureza contábil de conformidade e regularidade, compreendendo todos os atos praticados entre 2013 e 2016. O resultado tem prazo para sair até o dia 1º de junho.

Noves fora II – Mas se o assunto é contas, a prefeitura de Matinha contratou a D. Dos Santos Ferreira –EPP para prestar consultoria contábil e elaborar, revisar e adequar as leis orçamentárias e de planejamento e execução do município.

Posto Ipiranga I – Em São Pedro de Água Branca a prefeitura não bateu perna e resolveu comprar tudo no mesmo lugar ao assinar dois contratos, somados em R$ 2.271.336,36, com a mesma empresa, a F. Fde Castro Distribuidora.

Posto Ipiranga II – O primeiro foi de material de expediente, higiene e limpeza, por R$ 1. 575.041,36; e o segundo de R$ 696.295,00, para o fornecimento de equipamentos, suprimentos de informática e de reprografia. Ambos com prazo de janeiro a dezembro de 2017.

Não é possível I – Ou o extrato dos contratos publicados no Diário Oficial estão errados ou a prefeitura de Santa Filomena encontrou um verdadeiro poço de petróleo no município. Nos quatro contratos assinados com a B.P.T. Pessoa E. & Ltda – ME para o fornecimento de combustíveis e lubrificantes durante doze meses, os valores foram especificados como mensais, o que somados alcançam estratosféricos R$ 15.974.904,00.

Não é possível II – Por mês, de acordo com esses extratos dos contratos assinados em fevereiro, R$ 408.224,00 serão para o consumo da secretaria de Administração; R$ 219.868,00 para o da Saúde; R$ 66.638,00 para o da Assistência Social e R$ 636.512,00 para a secretaria de Educação. 

Origem garantida – O material de consumo da Prefeitura de Vitorino Freire terá a mesma origem com os quatro contratos assinados dia 4 de fevereiro com a V.B. Moreira – ME, que vai receber no total pelo fornecimento durante doze meses, singelos R$ 1.735.705,00.

2 comentários sobre “Deu no D.O.

  1. jose carlos silva

    Garrone meu velho ¨Bandido ¨, vamos publicar também os contratos do Governo Estadual para que possamos fiscalizar. Precisamos ser imparciais, não publicarmos só os contratos municipais.

  2. Inácio Augusto de Almeida

    Todas estas IMORALIDADES acontecendo, você publicando e ninguém mexe uma palha para apurar a compatibilidade destas despesas. No Rio de Janeiro o TCE foi praticamente dissolvido e todos os RATOS metidos no xadrez. Tenho certeza que os Tribunais de Conta do Maranhão irão fiscalizar com rigor todas estas suas denúncias, por sinal, muito bem fundamentadas, já que todos estes ESCÂNDALOS estão publicado do D.O. Um abraço e até qualquer dia aí em São Luís para uma cerveja estupidamente gelada com aquele camarão. Quando tiver um tempinho acesse o Blog COMBATE À CORRUPÇÃO – https://combatecorrupcao.blogspot.com.br/

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *