Blog do Garrone

Deu no D.O.

A jato – O prefeito de Tutóia, Romildo Damasceno Soares, contratou com dispensa de licitação, dia 12 de janeiro, a Donna GI Serviços Ltda, para fazer a coleta e transportes de resíduos sólidos, domiciliares, comerciais, e de vias públicas, destinados ao lixão do município, além de fazer capina e varrição, por R$ 189.359,64. Sem especificar o prazo, imagina-se que, pelo valor, a limpeza será rápida e por pouco tempo.

Futuro garantido I – Antes do prefeito de Buriticupu, Zé Gomes, assumir o seu segundo mandato, a secretária municipal de Administração e Planejamento, Maria José da Silva e Silva, assinou, dias 23 e 31 de dezembro, dois termos aditivos que somados chegam a R$ 3.356.750,00.

Futuro garantido II – O primeiro, com prazo de onze meses, no valor de R$ 2.999.150,00, foi com a Almeida Limpeza e Locações, para fazer a limpeza da sede do município e dos povoados Buritizinho, Sagrima e Segundo Núcleo. E o segundo, para continuar a assessoria jurídica por mais doze meses, ao custo de R$ 357.600,00, foi com a Carlos Sérgio de Carvalho Barros e Advogados Associados.

O dono do lixo – Já o prefeito reeleito de Buritirana, Vagtonio Brandão, fez questão de assinar dia 20 de dezembro, antes de encerrar o seu primeiro mandato, o terceiro termo aditivo, no valor de R$ 837.426,12, com a E.O. dos Santos para continuar fazendo a limpeza pública até o final de 2017.

Lixeira – Quem também se preocupou com a limpeza pública e se apressou em contratar com inexigibilidade de licitação a Delta Projetos e Construções Eirelli-EPP para locar, por R$ 560,200,00, máquinas e caminhões destinados à limpeza urbana, foi o novo prefeito de Coroatá, Luís Mendes Ferreira.

Reentrância – Reeleita, a prefeita de Jatobá, Francisca Consuelo, resolveu, a cinco dias do término do seu primeiro mandato, contratar a Cristal Serviços e Construtora Ltda-ME para erguer um portal de entrada da cidade desejando boas-vindas, pela singela importância de R$ 248.278,59.

Santo Remédio – O novo prefeito de Pinheiro, João Luciano Silva Soares, confirmou dia 13 de janeiro dois contratos firmados com dispensa de licitação com a Dimensão Distribuidora de Medicamentos Eirelli, no valor total de R$ 1.496.692,23 e prazo de trinta dias.

Divina providência – Nem bem assumiu o mandato, o prefeito de Lagoa do Mato, Alexsandre Guimarães Duarte, tratou logo de contratar por R$ 502.000,00 a A.C. Austríaco Filho – ME para prestar serviços na área de gestão administrativa, financeira e contábil do município, durante doze meses.

Gari de luxo– A prefeitura de Balsas assinou dia 18 de janeiro, com dispensa de licitação, contrato de R$ 2.625.776,85 com a Ecolimp Limpeza Urbana Ltda – ME para coletar, transportar, tratar e dar destino final aos resíduos sólidos domésticos e da rede municipal de saúde (lixo hospitalar), durante 90 dias.

Mamãe Noel – Antes de deixar o cargo, a então prefeita de Mata Roma, Carmem Lira Silva Neto, encarnou o espírito natalino e contratou por R$ 100.675,99 a Edvan Alves Barbosa-ME para animar e promover o “Natal de Luz” do município.

Um comentário sobre “Deu no D.O.

  1. Pingback: Empresa acusada de receptação entrega medicamentos de procedência duvidosa em hospitais de Pinheiro. | Blog do Vandoval Rodrigues

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *