Blog do Garrone

Coroatá: objetivo político seria não levar o Mais Asfalto para evidenciar o descaso da Murad

Obras de pavimentação asfáltica que os murad tentam suspender em Coroatá

Obras de pavimentação asfáltica que os murad tentam suspender em Coroatá

A prefeita de Coroatá e candidata a reeleição Teresa Murad perdeu a oportunidade de aproveitar as obras de pavimentação asfáltica, promovidas pelo governo Flávio Dino no município, para tranquilizar a população e dizer que não haverá perseguição política caso ela seja eleita, embora o governador apóie o candidato da oposição, Luís da Amovelar Filho.

Mas não.

Simplesmente resolveu impedir o investimento estadual, independente dos benefícios aos moradores do Bairro União, alegando tratar-se de uma obra eleitoreira para beneficiar o seu adversário.

O que não deixa de ser um contrassenso, já que ela é a prefeita e se fosse para favorecer a candidatura de Amovelar, melhor seria não fazer a obra para evidenciar o descaso da atual administração com os moradores do bairro.

Ela poderia acompanhar os trabalhos, apontar possíveis falhas e cobrar outros projetos para o município, lembrando sempre que Flávio Dino cumpre apenas a sua obrigação.

Mas que nada.

Teresa e Ricardo Murad: intereses políticos acima do interesse da população

Teresa e Ricardo Murad: interesses políticos acima do interesse da população

Ela embargou a obra, revelando que a sua administração está unicamente voltada para atender seus interesses políticos, que estão acima do interesse público; prática característica do grupo Sarney, o qual a família Murad faz parte.

A ex-governadora Roseana Sarney, por exemplo, durante os dois primeiros anos do prefeito de São Luís, Edivaldo Holanda, massacrou a população da capital para prejudicar a candidatura de Flávio Dino em 2014.

Será que era isso que ela queria para Coroatá?

Por sorte, com o fim do mando de mais de 40 anos essa perversidade criminosa ficou para trás, e a população de Coroatá pode dormir tranquila.

O governo do estado hoje define suas prioridades de acordo com as necessidades de cada município, indiferente da coloração política do gestor.

Comportamento, aliás, que provoca  descontentamento de prefeitos aliados, que  esperavam ter prerrogativas nas ações governamentais, independente das urgências dos moradores dos municípios administrados por quem não comunga politicamente com o Palácio dos Leões, como é o caso de Teresa Murad.

E diferente do que prega os murad e seus seguidores, as obras do governo não são açodadas para obedecer o calendário eleitoral.

O Governador Flávio Dino, anunciou a chegada do programa 'Mais Asfalto' a cidade de Coroatá no dia 17 de junho

O Governador Flávio Dino anunciou a chegada do ‘Mais Asfalto’ em Coroatá no dia 17 de junho

O Mais Asfalto foi anunciado em Coroatá dia 17 de junho pelo próprio Flávio Dino. Com um  investimento de R$ 2 milhões, dez quilômetros de ruas e avenidas serão pavimentadas e asfaltadas.

Isso se a prefeitura deixar!

Para o governador, a medida representa o compromisso do estado com a população dos municípios. “A nossa responsabilidade é com as MAs, assim como o governo federal tem responsabilidade com as rodovias federais e os municípios com as ruas e avenidas. Mas nós temos ajudado, não dá para asfaltar toda a cidade, entretanto estamos colaborando com o mais asfalto, agora chegou a vez de Coroatá”, disse o governador Flávio Dino durante o lançamento do programa.

O ‘Mais Asfalto’ já beneficia 120 cidades maranhenses, em um investimento de R$ 169 milhões que pavimentará mais de 800 quilômetros de vias urbanas para ajudar a melhorar a qualidade de vida da população.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *