Logo
  • Conheça os 44 candidatos ficha suja que vão disputar as eleições sub judice no MA

    captura-de-tela-2016-10-02-03-00-26Quarenta e quatro candidatos no Maranhão vão disputar as eleições deste domingo sub judice. Eles foram considerados inelegíveis com base na Lei da Ficha Limpa e  se apegam em recursos na Justiça Eleitoral para disputar o pleito, embora corram o risco de ganhar, mas não levar.

    Ou seja: o eleitor vota, mas a decisão será do Tribunal Superior Eleitoral, sob o comando do ministro Gilmar Mendes.

    Desses, 33 são candidatos a vereador, 7 a prefeito e 4 a vice-prefeito. O município de São Vicente Ferrer é o que apresenta o maior número de postulantes dependentes de uma decisão favorável da Justiça Eleitoral.

    Os candidatos a vereador, Manoel Alves dos Santos (PC do B), o Santinho Alves, Raimundo Nonato Marques Costa (PP), o Nonato de Vidal, e José Raimundo Araujo Correa (PTB), o Zeca Meloca, foram considerados ficha suja.

    Pelas prestações de contas apresentadas, o Zeca Meloca, pelo visto desistiu da candidatura ou fez campanha sem declarar nenhum tostão.

    Outros candidatos que estão na lista também podem ter desistido, como é o caso do Júlio Cesar de Sousa Matos, que pretendia disputar a prefeitura de São José de Ribamar.

    O levantamento foi feito pelo site congressoemfoco.uol.com.br na última segunda-feira, dia 26, nos registros do  TSE, onde eles aparecem com a candidatura indeferida, mas com recurso.

    O número de candidatos sub judice pode ter aumentado depois das duas últimas sessões, dias 27 e 30 de setembro, promovidas pelo TRE-MA.

    No Brasil 1.658 candidatos foram barrados pela Lei da Ficha Limpa.

    Veja a lista dos Fichas Sujas

    captura-de-tela-2016-10-02-01-56-48captura-de-tela-2016-10-02-01-57-15captura-de-tela-2016-10-02-01-57-34

    Deixe um comentário

    O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

  • Deu no D.O

    • A coluna Deu no D.O. está no ar com os generosos contratos dos nossos divinos gestores públicos. Dos caixões (R$ 214 mil) de Itapecuru-Mirim ao material de limpeza de Coroatá (R$ 2 milhões), ainda figuram Viana, Matões, Porto Rico e São José de Ribamar. 
  • Fale com o Garrone

    (98) 99116-8479 raimundogarrone@uol.com.br
  • Rádio Timbira

    Rádio Timbira Ao Vivo