Blog do Garrone

Blocos para explorar gás no Maranhão devem ser os mais disputados, diz Agência Nacional do Petróleo

O desenvolvimento econômico do Maranhão dá mais um grande passo com a inclusão da bacia do Parnaíba na nova rodada de leilões de exploração de gás natural feita pela Agência Nacional do Petróleo. A bacia tem 12 blocos incluídos na licitação, que será feita em setembro. Destes, seis estão localizados total ou parcialmente no estado do Maranhão.

“Os blocos localizados no Maranhão devem ser os mais disputados entre as áreas terrestres oferecidas na 14º Rodada de Licitações”, afirma o diretor-geral da ANP, Décio Oddone, que estará nesta quinta-feira (27), em São Luís, para encontrar o governador Flávio Dino e seguir com ele para visita à cidade de Santo Antônio dos Lopes e à Empresa ENEVA.

O leilão dos blocos significa potenciais grandes investimentos no estado, aquecendo a economia e gerando emprego e renda. Além disso, reafirma o papel estratégico do Maranhão na produção energética no país.

O Governo do Estado vem investindo para atrair mais empresas de produção de energia, aumentando a geração de empregos locais, com a garantia de um ambiente institucional saudável para os investidores e de formação de mão de obra especializada para atuar no mercado.

“Com a ocorrência de um certame com blocos na Bacia do Parnaíba, em solo maranhense, teremos, automaticamente, aquecimento do mercado como um todo e o surgimento de novos empreendimentos e de novos investidores”, diz o secretário de Indústria, Comércio e Energia, Simplício Araújo.

Ele acrescenta que o leilão vai aumentar a instalação de empreendimentos nas áreas de exploração do gás natural, incentivando diversas cadeias, como a de hotéis, restaurantes e pequenos negócios, além da abertura de novas estradas.

Os blocos em oferta no Maranhão abrangem os municípios de Benedito Leite, Buriti Bravo, Colinas, Fernando Falcão, Lagoa Do Mato, Loreto, Mirador, Nova Iorque, Paraibano, Passagem Franca, Pastos Bons, São Domingos Do Azeitão, São Félix De Balsas, São João Dos Patos, Sucupira Do Norte, Sucupira Do Riachão e Tuntum.

A Bacia do Parnaíba possui uma área de aproximadamente 668,8 mil km², onde estão localizados os blocos da nova licitação da ANP. Ela é classificada como Nova Fronteira da exploração de gás natural no Brasil, contribuindo com uma produção de aproximadamente de 4,7 milhões de m³/dia, o que representa cerca de 5% da produção nacional, mesmo contando com apenas três dos sete campos de gás natural em produção ativos, já que os outros quatro ainda estão na fase de desenvolvimento.

14ª Rodada de Licitação

Através dela, empresas do ramo energético disputarão o direito de explorar o potencial do gás natural existente na Bacia do Parnaíba, trazendo para o estado e os municípios saldo positivo na geração de receitas com os royalties.

A licitação será realizada no dia 27 de setembro, data na qual as empresas interessadas em explorar o gás terrestre da Bacia do Parnaíba poderão negociar a exploração de cada um dos blocos disponibilizados pela Agência para o certame.

Um comentário sobre “Blocos para explorar gás no Maranhão devem ser os mais disputados, diz Agência Nacional do Petróleo

  1. Luis Carlos

    O nosso Maranhão é rico, mas se nos 30 a 50 anos atrás o poder público estivesse empenhado no desenvolvimento de nosso Estado, hoje estaríamos em um Elstado desenvolvido e com certeza muito melhor.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *