Blog do Garrone

Até que ponto os 243 mil votos não foram de protesto e fazem de Braide uma nova liderança?

Eduardo Braide ao lado da esposa, Graziela Braide, agradecendo os votos que recebeu

Eduardo Braide ao lado da esposa, Graziela Braide, agradecendo os votos que recebeu

Não resta a menor dúvida que o deputado Eduardo Braide (PMN) também saiu vitorioso das urnas ao conquistar 243.591 mil votos, embora não se possa determinar até que ponto esses votos representam efetivamente um capital político duradouro.

Seja pela volatilidade dos votos dados a um candidato que não consegue se eleger em uma disputa majoritária; seja pelo eleitor que teclou 33 em protesto contra o prefeito Edivaldo Holanda (PDT).

Quem não se lembra do caso de Haroldo Sabóia, que depois de cinco mandatos como deputado federal e um de vereador, se candidatou pela segunda vez ao Senado em 2002,  quando obteve quase meio milhão de votos e foi o mais votado em São Luís,  e mesmo assim não conseguiu se eleger para a câmara Municipal em 2008 ?

A exemplo de Braide – embora deste muito se distinga pela história política e comprometimento com as causas populares – Sabóia não venceu para o Senado, mas igualmente saiu vitorioso pela expressiva votação na capital, superando os três ex-governadores, Edison Lobão, Roseana Sarney e Epitácio Cafeteira, que também concorriam a uma das duas vagas para a Câmara Alta.

Eduardo Braide vai precisar muito mais do que o sentimentalismo vazio e messiânico que marcou a sua campanha, pois o sol nasce todos os dias e o amor é muito mais do que o desejo de fazer bem, para se transformar em uma nova liderança política em São Luís.

De boas intenções o inferno está cheio!

É importante deixar de agir como candidato e não confundir a dedicação com que promete exercer o seu mandato de deputado estadual em defesa de São Luís, com disputa eleitoral para que assim possa, não só ele e seu eleitores, mas toda a população, fiscalizar a administração Edivaldo Holanda.

Do mesmo modo, necessário também se faz que deixe de fingir e se defenda das acusações sobre o seu envolvimento com a máfia de Anajatuba, esquema que desviou mais de R$ 30 milhões, segundo a Polícia Federal, dos cofres públicos, cujo os chefes estavam nomeados em seu gabinete.

Mas não é com a mesma defesa que fez durante a campanha, classificando tudo como mentira, indiferente aos documentos apresentados, que ele vai provar sua inocência!

Se é possível compreender a negação dos fatos durante o período eleitoral para não prejudicar a sua candidatura com o mal, cada vez mais evidente na sociedade brasileira, que transforma todo investigado em culpado; manter o mesmo artifício depois das eleições é admitir o indefensável, caminhar para o cadafalso e condenar todo o futuro que possa vislumbrar com os votos que recebeu no domingo de eleição.

3 comentários sobre “Até que ponto os 243 mil votos não foram de protesto e fazem de Braide uma nova liderança?

  1. Miguel filho

    Caro Garrone na minha opinião esses votos era da elisiane, esse 33 fez o quer mesmo para ser merecedor desses votos? não tenho conhecimento das benfeitorias desse rapaz o que eu vi mesmo foi varias denuncias contra ele, denuncias essas feitas com documentos e que estão em curso de investigação pela PF, na realidade ele deu foi muita sorte da decisão errada da Elisiane ao se aliar ao castelo no primeiro turno, muitos eleitores que votariam nela ficaram revoltados e resolveram votar no Braide e aquele rapaz do curso demostrou ser muito fraco o que ficou evidente naquele primeiro debate na mirante isso influenciou na decisão dos eleitores de Elisiane e do rapaz do curso na escolha do Braide para votar no primeiro turno levando com isso o 33 para o segundo turno, foi puro golpe de sorte ou não?

  2. Marco Antonio Carvalho Diniz

    INCRÍVEL !!! Fui saindo da LAN, após o comentário acima, quando avistei ( no canto do BB Deodoro) O SEMPRE DEBOCHADO MÁRCIO JERRY – o cumprimentei, ai O MAIOR DISTRIBUIDOR DE CARGOS COMISSIONADOS DA HISTÓRIA DO MARANHÃO, foi logo dizendo-me:

    – Desta vez tuas previsões não deram certo – Respondi-lhe:
    – Tu lestes o que escrevi no Clodoaldo Correa (blog)
    – O pseudo-articulador respondeu – Não! Só leio quando tu mandas pro meu Imail – pois é (emendei):
    -Sobre a eleição nem quero comentar – mas engolir tudo o que vocês falam é pra besta , ENTÃO O QUE ESCREVI FOI ISSO:

    “\Bem, temos um prefeito eleito em São Luis com uma REJEIÇÃO DE 46% ( isso é bem nítido ). A um PASSO daqui, foi eleito o ex-deputado Domingos Dutra, com 15,440 votos, contra 31.408 dados aos seus adversários ( isso – considerando somente os votos válidos ). Em Ribamar, foi eleito um Sarneísta, chamado Luis Fernando – que desta feita, LISO – será A GRANDE DECEPÇÃO do povo Ribamarense. Na quarta cidade “da Grande São Luis”, foi eleita a filha de UMA VELHA RAPOSA daquele município. Aí vem Flávio com UMA CONVERSA PRA OTÁRIO ENGOLIR. Além do mais, Holanda é do PDT – E não seu (de Dino).”

    Finalizei dizendo, ao ETERNO LÍDER ESTUDANTIL: “É como disse o presidente Nacional do PSOL” -, “Flávio Dino não elegeu nenhum comunista no Maranhão, Tudo foi por conta da força da Máquina Estatal”.

    Ai O PETISTA TRAVESTIDO DE COMUNISTA, perguntou-me: – “tu lestes minha análise” ?

    – NÃO !! – Eu não me importo com o que tu achas (respondi-lhe). Ai foi chegando um carrão branco pra apanhar o esmurrado politicamente, POR WEVERTON ROCHA.

    Aliás, nunca ouvi ninguém dizendo que votou em Flávio ou Holanda por influência de Marcio Jerry; MUITO PELO CONTRÁRIO.

    Marco Antonio Carvalho Diniz

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *